Banana Bowl: Tenistas de 32 países em Criciúma

Disputa das chaves principais do Banana Bowl começa com disputas internacionais. Partidas acontecem nas quadras da Sociedade Recreativa Mampituba

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Fotos: Lucas Colombo

Diversos idiomas falados ao mesmo tempo, bolinhas voando de um lado para o outro. As quadras de tênis da Sociedade Recreativa Mampituba estão recebendo confrontos internacionais de alto nível. Apenas ontem, brasileiros enfrentaram europeus, assim como atletas de outros países da América do Sul ficaram frente a frente com atletas asiáticos. Assim iniciou a 50ª edição do Banana Bowl. As chaves principais do torneio infantojuvenil mais tradicional da América Latina começaram ontem. A competição vai até domingo, 16, com a categoria 18 anos, e o Tennis Kids. As categorias 12, 14 e 16 anos acontecem no Rio de Janeiro.

Com o torneio elevado para o grau de pontuação GA (um dos mais importantes do circuito internacional, abaixo apenas dos Grand Slams), tenistas do mundo inteiro chegaram ao Banana Bowl em busca do título. Ao todo, são atletas de 32 nacionalidades presentes na competição: além de Brasil, há tenistas de Argentina, Austrália, Áustria, Bolívia, Bulgária, Chile, China, Colômbia, Coreia do Sul, Croácia, El Salvador, Equador, Espanha, Estados Unidos, França, Guatemala, Holanda, Itália, Japão, México, Paraguai, Peru, Porto Rico, Reino Unido, República Dominicana, Rússia, Sérvia, Suíça, Ucrânia, Uruguai e Venezuela.

A categoria 18 anos, que é disputada na Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma, vale pontos para o ranking mundial da ITF. O baiano Natan Rodrigues, que é o 15º melhor do mundo no ranking juvenil, é o principal cabeça de chave da competição, que também tem entre os participantes o italiano Luciano Darderi (20º), que no domingo foi campeão do Brasil Juniors Cup em Porto Alegre. O chinês Hanwen Li (21º) é o cabeça de chave número 3.

Destaques entre as mulheres

Entre as mulheres, os destaques são a italiana Matilde Paoletti, campeã do Brasil Juniors Cup, a peruana Dana Guzman (21ª do ranking da ITF e cabeça de chave número 1), a equatoriana Mell Elizabeth Gonzalez (27ª) e a mexicana Julia Garcia (41ª). O Brasil é representado na chave principal por Maria Luisa Oliveira, Camila Bossi, Carolina Laydner, Priscila Janikian, Isabel Oliveira, Namie Isago, Sofia Mendonça, Luana Araújo,  Lorena Cardoso, Isabela Mercante, Maria Menezes e Maria Carolina Turchetto.

A categoria 16 anos tem como sede o Novo Rio Country Clube, no Rio de Janeiro, onde também fica o Marina Barra Clube, que recebe as categorias 14 e 12 anos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.