A primeira das cinco decisões para o Criciúma

Neste sábado, time pega o Volta Redonda, fora de casa, precisando da vitória para seguir sonhando com a classificação para a próxima fase da Série C

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Volta Redonda/RJ

- PUBLICIDADE -

Em situação difícil na Terceira Divisão do Brasileirão, o Criciúma entra em campo, neste sábado, às 15 horas, em busca de um fato inédito na competição: vencer fora de casa. O time treinado por Itamar Schulle precisa dos três pontos para não se complicar ainda mais na disputa. O adversário é o primeiro fora da zona de rebaixamento do grupo B. “Estamos muito chateados com o nosso rendimento e, principalmente, com os resultados. Ainda acreditamos – e muito – na classificação. Eu ainda não perdi a confiança e a convicção. Acredito no grupo e que temos condições de reverter a situação que estamos na classificação”, comenta o capitão Foguinho.

Para conseguir o triunfo, o Criciúma precisará ser competitivo e demonstrar raça em campo. “Eu entendo que a Série C se define em uma palavra: competitividade. A gente precisa compreender isso. A cada jogo é uma decisão e é dificílimo. Tanto em casa quanto fora. Em casa, tu pegas uma equipe que, provavelmente, vai se defender muito mais do que atacar. Então isso te gera uma dificuldade grande. No futebol, é mais fácil tu destruir do que construir. Temos dificuldade nisso e estamos conversando bastante”, ressalta Foguinho.

Na zaga, Helder e Maurício, que estavam suspensos diante do Tombense, devem voltar ao time. A grande incógnita, porém, fica com o meio campo. O treinador ainda não anunciou se manterá os três volantes: Eduardo, Foguinho e Marino ou optará por uma equipe mais leve e criativa com a entrada de Jean Lucas ou, até mesmo, com três atacantes: Jean Dias, Michel e Andrew.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.