Relação polícia e imprensa pauta roda de conversa

Iniciativa da Delegacia Regional e Jornalismo Satc trazem a Criciúma o delegado Leonardo Marcondes Machado

- PUBLICIDADE -

As mudanças provocadas na relação entre a imprensa e os policiais pela Lei de Abuso de Autoridades (nº 13.869) serão tema de palestra em Criciúma na próxima quarta-feira (4). Parceria entre a 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil e o curso de Jornalismo da Faculdade Satc traz o delegado Leonardo Marcondes Machado.

O evento, que inicia às 19h, no auditório II da Satc, é aberto a jornalistas, acadêmicos e profissionais da Comunicação que queiram entender mais sobre o assunto. A roda de conversa tem como tema: “O reflexo da nova Lei de Abuso de Autoridade na relação Polícia e Imprensa”, discutindo como isso vai afetar no dia a dia da população e desses profissionais.

- PUBLICIDADE -

Autor de livros, o delegado Machado é doutorando e mestre em Direito pela Universidade Federal do Paraná. O debate com os profissionais da Comunicação envolve assuntos atuais sobre o jornalismo e a relação com a polícia após a implantação da nova lei, que entrou em vigor em janeiro de 2020.

Segundo a coordenadora do curso de Jornalismo, Karina Farias, o principal objetivo é ter um melhor e mais amplo conhecimento de uma lei que é recente e vai afetar diretamente o trabalho do profissional da imprensa. “Vai ser de suma importância ouvir um pesquisador da área com exemplos práticos da rotina profissional na editoria de polícia”, afirmou.

Para o delegado regional, Vitor Bianco Júnior, o ponto de interface da relação entre polícia e imprensa é o interesse público destas duas atividades. “Este encontro inédito para busca de um novo conhecimento que provoca mudanças de comportamento de ambos os lados, com certeza, está pautado em oferecermos a melhor informação para a sociedade”, ponderou. A autoridade policial entende que a Lei de Abuso de Autoridade traz novas demandas para o fluxo de informação originada na Polícia Civil e que a imprensa é fundamental para fazer chegar até a população o trabalho que é feito pela instituição.

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.