Criciúma: Projae dá novo rumo a prédio de antiga escola

Imóvel que abrigava colégio Eliza Sampaio Rovaris passa por obras. Local receberá os alunos da rede municipal para atividades educativas no contraturno escolar

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

De colégio abandonado a um espaço voltado a atender crianças e adolescentes no contraturno escolar. É essa a transformação que passa o antigo prédio da Escola Municipal Eliza Sampaio Rovaris, no bairro Tereza Cristina, em Criciúma. O imóvel está em obras desde abril de 2019 e terá uma nova utilização a partir deste ano, já que se tornará a sede do Programa de Jornada Ampliada Escolar (Projae).

- PUBLICIDADE -

Segundo a secretária municipal de Educação, Roseli de Lucca Pizzolo, a obra já era para estar pronta, mas um entrave com a construtora levou ao atraso no cronograma. “Estamos cobrando para que ela seja concluída agora em março. Tivemos um problema porque a empresa que foi contratada para fazer o telhado das escolas não deu conta. Então foi feito o distrato no final do ano, foi cancelado o contrato com ela, e fizemos um novo contrato com outra empresa”, explica.

Conforme a placa fixada na obra, são 480 metros quadrados de área ampliada e 111,5 de reforma. De acordo com a secretária, ainda não é possível estipular o investimento total, pois outras intervenções foram feitas, como a construção de uma quadra coberta.

Atendimento à comunidade

Quando pronta, a nova estrutura passará a concentrar as atividades que, atualmente, são realizadas em 17 escolas do Município. “Os alunos daquela região vão poder, ali, jogar vôlei, basquete, xadrez, tênis de mesa… Vai atender não só os alunos do Eliza Sampaio, mas também do Pascoal Meller, São Francisco e demais instituições daquela região”, ressalta a secretária de Educação.

Atualmente, o Projae atende em torno de 2 mil estudantes da rede municipal de ensino. A previsão é que, com a sede pronta, o programa seja ampliado.

Confira a reportagem completa na edição desta segunda-feira, 20, do jornal Tribuna de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.