- PUBLICIDADE -

Urussanga

Quem passa pelo centrinho do bairro da Estação, em Urussanga, logo observa os grandes painéis instalados no alto de um dos morros da comunidade. A estrutura, voltada à captação de energia solar fotovoltaica, exemplifica sobre como a tecnologia pode auxiliar no desenvolvimento do trabalho no campo. O projeto colocado em funcionamento há menos de um mês é resultado da visão empreendedora de pessoas como o produtor rural e empresário Arnaldo Masiero.

- PUBLICIDADE -

Depois de um ano e meio de planejamento, a empresa Urussanga Hortifruti, na qual Masiero é um dos proprietários, decidiu investir na nova tecnologia e ativar o sistema no fim de janeiro. Foram 270 painéis instalados, que representarão uma economia de até 70% nas contas do empreendimento. “O que nos levou a esse projeto é que, na verdade, hoje o ICMS que o governo cobra na energia elétrica é muito caro. E Urussanga também tem uma das energias mais caras do Brasil. Nós trabalhamos com produção de frutas, precisamos manter o sistema de refrigeração constante. Então é um projeto que tem uma viabilidade econômica muito grande”, pontua Masiero.

Segundo ele, apesar da estrutura ter recém iniciado, as projeções é que a energia fotovoltaica proporcione uma economia significativa em um futuro não muito distante. “Pelos estudos, em quatro anos e meio está pago o projeto”, comenta.

Ramo vasto de atuação

Essa visão empreendedora tem acompanhado a história da empresa, iniciada de um pequeno negócio de Masiero e expandida com a chegada de mais dois fruticultores familiares. “Nós somos tataranetos de italianos. Meu avô plantava uva, meu pai também e depois ele começou a plantar um pouco de pêssego. Eu vim para Urussanga faz uns 28 anos, e começamos a plantar um pouquinho de pêssego e uva e o mercado estava aceitando bem. Depois de sete anos fiz parceria com um irmão e um primo, virando praticamente uma empresa de produção de frutas. Hoje nós temos pêssego, ameixa, nectarina, maracujá, uva e um pouco de brócolis, repolho, couve, pepino, abóbora… De tudo um pouquinho”, expõe o proprietário.

Confira a reportagem completa na edição desta sexta-feira, 14, do jornal Tribuna de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Urussanga

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.