Urussanga: casal encontra no cultivo do morango, oportunidade de negócio

Produção da família triplicou em dois anos e a expectativa para próxima safra é atingir 150 quilos de colheita do fruto por dia

Foto: Guilherme Cordeiro/ TN
- PUBLICIDADE -

Geórgia Gava/ Especial

Urussanga

- PUBLICIDADE -

Conhecido por ser o berço da produção de uva, o município de Urussanga abre o mercado para um novo fruto: o morango. O casal Jackson Bittencourt e Priscila Bittencourt iniciaram o cultivo na Linha Pacheco há aproximadamente dois anos, com poucos pés e, atualmente, triplicaram essa quantidade, totalizando cinco mil mudas. A expectativa é que para a próxima safra, com início em janeiro, os agricultores atinjam 150 quilos de colheita por dia.

Foto: Guilherme Cordeiro/ TN

Tudo teve início quando a esposa, Priscila, precisou de morango fresco para fazer bolos e doces que comercializava, porém, não os encontrava com facilidade. “Quando plantávamos fumo, eu tentei cultivar umas duas vezes a fruta, porque ela começou a fazer bolo e toda vez que produzia era uma dor de cabeça, pela distância e pela qualidade baixa que comprávamos”, explica o marido e produtor, Jackson Bittencourt.

A família, na época, também cultivava o fumo, mas essa não era mais uma opção de renda por conta dos malefícios que trazia à saúde. “A gente quis procurar alternativa que fosse ideal, primeiro por causa do agrotóxico, uma vez que me intoxiquei e depois, acabamos conversando e pensando que seria melhor outro negócio. Daí fomos na Epagri, colocamos alguns pés para tentar, deu certo e já ampliamos a produção”, explica o produtor.

O casal conta que haviam tentado produzir o morango algumas outras vezes, mas não era fácil manter o cultivo, por ser um fruto difícil de cuidar. Neste momento, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina teve papel fundamental. “Na primeira safra já deu um lucro bom, a aceitação é boa, a Epagri incentivou, deu apoio e nos orientou”, enfatiza.

Mães procuram fruta

Foto: Guilherme Cordeiro/ TN

O fruto, que é rico em proteínas e antioxidantes, é uma opção e tanto para as crianças. Inclusive, Elisa, a filha do casal, se diverte e ajuda os pais na produção do morango.  “As mães procuram muito. Elas contam que os filhos não comiam fruta e amam o morango, um quilo eles comem rapidinho. Então é isso, a qualidade e o não uso do agrotóxico”, frisa Priscila.

Cultivo contribui com renda

Hoje a principal renda da família vem da agricultura, através do cultivo da fruta, mas também com a granja e a venda de bolos e docinhos feitos pela Priscila. “Daqui para frente, com a quantidade que temos agora, o morango vai ser o nosso principal lucro”, almeja Jackson.

Venda através das redes sociais

O casal vende o morango também através das redes sociais, pelo Instagram @morangosbelopouso pelo valor de R$ 15 o quilo. “Desde que nós iniciamos, até hoje, nunca aplicamos um aumento”, acrescenta Priscila.  Ainda conforme a produtora, a procura começou após algumas publicações na internet. “Nós entregamos no centro de Urussanga e Orleans, de casa em casa, além de padarias e pizzarias que atendemos semanalmente e levamos a fruta fresquinha”, explica.

O “pouso” da família

A marca “Morangos Belo Pouso” não surgiu à toa. Com muito esforço e perseverança, hoje o casal colhe os frutos de um pequeno sonho que se tornou fonte de alegria e satisfação profissional. “O nome surgiu exatamente por isso. Nós já trabalhamos oito anos na Alemanha, não tínhamos uma profissão definida, eu já tive loja, ele foi vendedor, tivemos aviário, plantamos fumo e nada dava certo. Então o morango, para nós, foi onde nos achamos, foi realmente onde pousamos”, finaliza a produtora.

Produção no Estado

De acordo com a Epagri/Cepa, 800 produtores catarinenses colheram 8,6 mil toneladas de morango em 254 hectares na safra 2017/18. O Valor Bruto de Produção (VBP) alcançou R$15,92 milhões. A produção está distribuída por todo o Estado e o interesse na cultura vem aumentando devido ao rápido retorno econômico. Em 2019, a Epagri assistiu 2,9 mil famílias em produção de morango. Já no Brasil, a produtividade média é de cerca de 30 ton/há..

Benefícios do fruto para saúde:

Foto: Guilherme Cordeiro/ TN
  • Fortalecimento do sistema imunológico;
  • Auxílio no bom funcionamento do sistema digestivo;
  • Ação anti-inflamatória;
  • Auxílio no processo de cicatrização de ferimentos;
  • Rica em flavonoides, importante agente antioxidante no organismo dos seres humanos;
  • Fruta rica em antioxidantes, como antocianinas e o ácido elágico.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.