Maracajá tem o maior geração de empregos da Amesc e Amrec em agosto

Investimentos em segurança e infraestrutura refletiram diretamente nos números divulgados pelo Caged

- PUBLICIDADE -

Maracajá foi o município entre a Região Carbonífera e o Extremo Sul Catarinense com maior crescimento no número de empregados no mês de agosto. Os dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apontam crescimento de 2,77% somente no mês citado. Segundos os dados, 85 novos postos de trabalho foram preenchidos no mês.

A publicação também coloca Maracajá em destaque quando projetado números no acúmulo de 2020, sendo o quarto município com maior desenvolvimento na geração de empregos da região, num saldo de 5,47%. Ficando atrás apenas de Ermo (11,37), Urussanga (6,68) e Forquilhinha (6,14). Com a soma de 2020, Maracajá já apresentou 535 admissões.

- PUBLICIDADE -

Ao analisar os dados apontados pelo Caged, o Prefeito de Maracajá, Arlindo Rocha, atribui tal crescimento as medidas tomadas pela gestão municipal com fortes investimentos na infraestrutura e na segurança pública. “O crescimento de Maracajá se dá como um todo, e apesar da infraestrutura e da segurança serem importantes, as ações de todas as áreas da administração com empenho também contribuíram para isso, e aqui destaco uma gestão sem qualquer indicio de corrupção, tudo feito dentro da legalidade, buscando a melhoria da qualidade de vida de nossos munícipes”, enfatizou o prefeito.

A segurança, um dos pontos que despertou o interesse de empresários, sofreu significativas melhorias nos últimos anos. Em 2016 a Polícia Militar do município registrou 29 ocorrências de roubo, crimes este em que geralmente se utiliza arma de fogo, atualmente os números caíram para oito em 2019 e três até setembro de 2020. Já as prisões por tráfico de drogas não ocorriam em 2016 por falta de estrutura da PM no município, com o investimento feito na segurança pública a partir de 2017, foi possível realizar seis prisões pelo crime em 2019 e até o momento mais duas, referente ao ano de 2020.

De acordo com o Comandante da Polícia Militar de Maracajá, 2° Sargento Igor Pereira Pimentel, a parceria com o setor público foi essencial para a queda nos índices de criminalidade. “Os investimentos realizados por esta gestão foram fundamentais para alcançarmos estas reduções dos índices, o que nos demonstrou que a segurança pública foi uma das prioridades do executivo municipal”.

Com relação aos investimentos feitos no município, a então Secretária de Administração de Maracajá, Marluci Freitas Vitali, apontou que nos últimos anos foram investidos mais de R$ 24 milhões, dando apoio em todos os setores da administração municipal. Deste montante, mais de R$ 7 milhões de recursos próprios foram empregados pela atual gestão. Também foram feitos financiamentos juntos ao Badesc e ao Finisa com valor superior a R$ 8 milhões. Cerca de R$ 7 milhões em emendas parlamentares federais e estaduais e quase R$ 2 milhões em projetos financiados pelo Governo Federal e Estadual foram aplicado em Maracajá.

Com todas as ações promovidas pela atual Administração Municipal, Maracajá despertou interesse de alguns empresários. De 2017 até o momento cerca de 235 empresas foram abertas ou se instalaram no município. Esse número se refere a industrias, comércio, prestadores de serviços e autônomos. Atualmente maracajá possui 645 empresas ativas, que movimentam a economia local. “Todas as empresas, sejam elas grandes indústrias ou pequenos comércios e prestadores de serviços são de extrema importância para desenvolvimento de Maracajá e merecem nosso reconhecimento e gratidão por escolher nossa cidade como sua casa”, finalizou Arlindo Rocha.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.