Gasto médio com Dia das Crianças deve cair 4,1% em SC

Com menos dinheiro disponível, os catarinenses devem evitar fazerem dívidas na data, pagando os presentes à vista em dinheiro (54,8%) ou com cartão de débito (16,3%).

Foto: Arquivo / TN
- PUBLICIDADE -

Segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (29) pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio/SC), os catarinenses devem gastar em média R$ 172,90 neste Dia das Crianças. O valor é 4,1% menor que os R$ 180,29 registrados na pesquisa do ano passado.

A queda no gasto médio está diretamente ligada à situação financeira das famílias: 38,6% estão em uma situação pior do que no mesmo período do ano passado. Com menos dinheiro disponível, os catarinenses devem evitar fazerem dívidas na data, pagando os presentes à vista em dinheiro (54,8%) ou com cartão de débito (16,3%).

- PUBLICIDADE -

Com a pandemia, o percentual de consumidores que pretendem comprar pela internet triplicou, atingindo 9,8%. Apesar da alta do comércio virtual e das medidas de distanciamento social ainda em vigor, o local preferido para as compras continuam sendo o comércio de rua (62,8%) e os shoppings centers (16,3%).

Além dos locais de compra, a quarentena deve influenciar no setor de serviços. O percentual de catarinenses que afirmou que não irá realizar passeios subiu de 48,7% no ano passado para 65,8%. Os passeios mais citados para este ano foram as atividades ao ar livre (7,1%) e o almoço/jantar na casa de algum familiar (6,2%).

Os presentes mais comprados na data devem ser brinquedos (47,3%), seguido por itens de vestuário (27,4%), calçados (6,8%) e eletrônicos (5,4%). A Fecomércio/SC destaca que o local da compra, o presente e os valores gastos estão diretamente relacionados nesta data.

“Ao cruzar o gasto médio a outras variáveis, como o local de compra e o tipo de presente, é possível observar que existe uma relação muito significativa que indica intenções de gasto acima da média na Internet e shopping centers, assim como para eletrônicos”, destacou a entidade em relatório.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.