Empresários estão na expectativa para retorno dos eventos na sexta-feira

Reunião com o Coes, em Florianópolis, teve avaliação positiva por representantes do Sul catarinense

Empresários protestaram nas ruas de Criciúma no fim de setembro (Foto: Arquivo/Guilherme Cordeiro/TN)
- PUBLICIDADE -

Os representantes do setor de eventos de Criciúma e região saíram com uma impressão positiva da reunião com o Centro de Operações de Emergência e Saúde (Coes) em Florianópolis, realizada na tarde de hoje. A expectativa dos empresários é de que na sexta-feira haja a unificação das portarias 710 e 744, e que sejam permitidas as festas sociais e com venda de ingressos em todo o Estado.

Esta foi a terceira vez que empresários do Sul catarinense estiveram na capital para reunião com representantes do governo do Estado. O encontro de hoje não contou com a presença do secretário de Saúde, André Motta Ribeiro. Por isso, segundo a representante do setor, Daiane Savi, não houve uma resposta mais conclusiva.

- PUBLICIDADE -

“Foi uma reunião bem positiva. O governo recebeu e entendeu os nossos pedidos, em relação à unificação das portarias 710 e 744, para que possamos retomar os eventos sociais e com vendas de ingresso. Solicitamos também retomada no status laranja (de risco grave de pandemia) e essa parte será reavaliada, para que a gente não corra o risco da mudança de status e que a gente tenha que parar as atividades, se for o caso”, afirmou Daiane à reportagem.

Essa foi a primeira reunião dos representantes do setor de eventos do Sul que teve a participação do Coes. O governo do Estado responde que o encontro foi para debater critérios técnicos e não deu mais informações.

Segundo Daiane, porém, não foi discutida a questão da porcentagem que os eventos, caso retornem, poderão ter de público. O governo elaborará através de estudos. “Eles vão estudar bases técnicas para isso, mas a parte da unificação de portaria foi tratada e os órgãos entenderam perfeitamente o nosso setor”, apontou.

A empresária afirma que a expectativa por novidades na sexta-feira é positiva. “A gente tem esperanças para a sexta-feira, de que realmente venha algo positivo e que a gente possa ser escutado e não apenas mais uma reunião que diz que está sendo feito algo. Acho que o Estado está aberto para que hajam mudanças nas duas portarias”, atesta.

“Um ponto positivo é que eles vão reavaliar a questão de tributos e alvarás, talvez venham mudanças positivas em relação a isso. Se hoje a gente vai fazer um show, tem mais de sete alvarás, por exemplo. Vamos tentar algo que o governo do Estado possa flexibilizar isso, ver junto com a Casa Civil o que pode ser feito para amenizar essa situação”, conclui.

Atualmente, os eventos sociais, aqueles em que não há cobrança de ingresso para a entrada (casamentos, formaturas, aniversários…), estão liberados para ocorrer nas regiões com risco de pandemia alto (amarelo), com capacidade de 40%, e no moderado (azul), com capacidade de 60%. As festas com cobrança de ingresso (boates, pubs…) podem abrir apenas nas regiões de risco moderado, com 40% da capacidade, que consta no alvará do Corpo de Bombeiros.

No mapa atualizado de pandemia da semana passada, nenhuma região catarinense esteve no risco moderado e apenas quatro estavam no nível alto (Oeste, Xanxerê, Alto Vale do Itajaí e Médio Vale do Itajaí). As demais, incluindo Amrec e Amesc, estão no risco grave (cor laranja).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.