Covid-19: Supermercadistas propõem consumo solidário

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Desde segunda-feira os supermercados do Sul Catarinense estão muito movimentados. O estopim foi o aumento gradativo de casos suspeitos e alguns confirmados do coronavírus em Santa Catarina, que reflete na economia. Há duas semanas, sabendo da realidade a nível mundial, a preocupação dos supermercadistas era seguir os protocolos da Vigilância Sanitária e promover a higienização dos espaços. Hoje, a principal preocupação é o consumo descontrolado por parte dos clientes.

De acordo com o vice-presidente da Associação Catarinense de Supermercados (Acats) da Região Sul, Nazareno Dorneles Alves, em todo o estado os clientes estão consumindo mais do que o normal. “As pessoas estão vindo e comprando uma quantidade maior que o normal, adquirindo produtos para se manter por um ou dois meses e isso ainda não é necessário. Todos os supermercados do Sul do estado estão bem abastecidos de produtos e não há motivo para pânico”.

- PUBLICIDADE -

Segundo o vice-presidente, diversos produtos estão sendo procurados. “As pessoas estão comprando muito arroz, macarrão, feijão, leite, papel higiênico e carnes. Os produtos mais comuns na casa dos brasileiros são os que têm saído mais. Essa é uma realidade a nível estadual”, pontua.

 Situação controlada

Alves ainda explica que não há a possibilidade de faltar produtos. “As indústrias se comprometeram com os supermercadistas. Não estão faltando e nem faltarão produtos em Santa Catarina. Essa é uma garantia que damos para a população catarinense”.

Mas, o pedido é para um consumo consciente. “Precisamos ser solidários com os outros. Não devemos sair pelos supermercados enchendo nossos carrinhos e deixando as prateleiras vazias. Pedimos aos clientes que pratiquem um consumo solidário, já que temos a certeza de que produtos não faltarão em nosso estado e região”.

 

 

Confirma a reportagem completa na edição de hoje, dia 18, no Jornal Tribuna de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.