ACLI inicia projeto com caminhão movido a GNV para coleta de resíduos

Iniciativa faz parte de uma ação sustentável que tem o principal objetivo de colocar o gás natural como alternativa ao diesel utilizado pelos caminhões

- PUBLICIDADE -

A preocupação com o Meio Ambiente e a necessidade de buscar métodos sustentáveis para aplicar em todo o processo de reciclagem e recolhimento de resíduos fizeram com que a RACLI Limpeza Urbana (empresa que faz parte do Grupo RAC, juntamente com a RAC Saneamento e RAC Saúde), desenvolvesse um projeto piloto que coloca o gás natural como alternativa ao diesel utilizado pelos caminhões que transportam os resíduos.

“O projeto está sendo desenvolvido com o objetivo de encontrarmos alternativas sustentáveis de insumos para as nossas atividades. O combustível é fundamental para o trabalho que desenvolvemos. Por isso estamos iniciando agora este projeto com o primeiro caminhão convertido de diesel para gás natural. A partir de agora poderemos aferir os números e a longevidade do equipamento e, com isso, estudar a possibilidade de estendermos este projeto”, esclarece o diretor executivo do Grupo RAC, Rodolfo Back Loch.

- PUBLICIDADE -

Com o início do projeto será avaliada a economia atrelada à rentabilidade, análise da diminuição considerável das emissões de gases do efeito estufa e redução de ruídos emitidos pelo caminhão, além de trazer um investimento na melhoria da qualidade de vida da população e na busca pela eficiência dos serviços de maneira sustentável, sem perder a qualidade dos serviços já prestados pela empresa.

O primeiro teste com o caminhão faz parte de uma iniciativa que já está em desenvolvimento. “O Grupo RAC está trabalhando em um projeto pra conversão do Biogás do aterro sanitário localizado em Içara em Biometano. Este é um passo que demanda grandes investimentos e uma das possibilidades de uso deste Biometano resultante do descarte correto dos resíduos no aterro sanitário, será como combustível nos veículos. Especialmente nos veículos da própria frota de caminhões da empresa”, enaltece Rodolfo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.