Volta do transporte coletivo segue indefinida em Içara

Segundo o prefeito, ele consultará os médicos que compõem a Secretaria de Saúde para avaliar cenário local

- PUBLICIDADE -

O governo de Santa Catarina deixou para os prefeitos a decisão de liberar a retomada do transporte coletivo urbano- conforme cenário do coronavírus, porém, o prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon ainda não decidiu se os ônibus voltarão a circular no município a partir de segunda-feira, 8.

De acordo com o chefe do Executivo Municipal, o poder público ainda não tem um parecer do governo catarinense. “Só o que temos é uma divisão por microrregião feita pela Secretaria de Estado da Saúde, que tem como objetivo repassar uma orientação referente à situação da pandemia e por não ter isso, consequentemente ainda não temos uma decisão tomada”, disse.

- PUBLICIDADE -

O prefeito disse que após receber esse material, consultará a Secretaria de Saúde de Içara e os prefeitos da região. “Estamos vivenciando uma situação delicada na região. Eu irei ouvir os médicos que fazem parte da nossa secretaria e tomar uma decisão, além disso, vou dialogar com os colegas prefeitos sobre a necessidade da retomada do transporte”, relatou.

Segundo Gastaldon, o transporte coletivo urbano é importante. “Não tenho dúvidas da importância dele para a cidade, porém neste momento precisamos avaliar quais serão os reflexos que teremos em Içara. Isso precisa ser ponderado”, afirmou.

Ônibus parados

Élvio Peruchi, gerente da empresa Expresso Coletivo Içarense, afirma que são diversos ônibus parados. “Hoje temos 40 veículos na garagem, sem atuação. Estamos na expectativa para que a situação mude e que as nossas atividades sejam retomadas”.

Segundo Peruchi, eles aguardam uma posição do governo. “Não temos nada definido sobre essa volta. Estamos esperando o protocolo do governo que detalhará a capacidade de lotação nos ônibus e como poderemos atuar. Esse parecer deve sair até quinta-feira”.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Eduardo Souza
Em: Içara

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.