Unesc organiza protocolos para volta das atividades no campus

Retorno será realizado a partir da próxima semana de forma gradual

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Os minuciosos protocolos preparados pelo Comitê de Biossegurança instalado na Unesc já estão sendo colocados em prática no campus. O grupo trabalha ao longo dos últimos dias de forma incessante no estudo, planejamento e execução de medidas claras e seguras para enfrentamento à pandemia em especial com o retorno das atividades acadêmicas na Universidade.

Os estudantes começarão a voltar ao campus para aulas práticas em laboratório e estágios nesta semana. Eles serão divididos em grupos de retorno gradual selecionados por curso e suas cargas horárias entre esta segunda-feira (8/6) e os dias 15, 22 e 29 de junho.

- PUBLICIDADE -

Conforme a reitora Luciane Bisognin Ceretta, todos os acadêmicos serão informados com ao menos três dias de antecedência sobre o retorno das suas atividades. “Já para as aulas teóricas, de acordo com o último decreto publicado pelo Governo do Estado, a previsão de retorno é para o mês de julho, mas ainda mediante avaliação do cenário epidemiológico. Vamos acompanhar as orientações e fazer as definições. A saúde e a segurança de todos é nossa prioridade”, acrescenta.

Preparação minuciosa

Responsável por elencar necessidades, planejar o enfrentamento e executar as ações, o Comitê de Biossegurança instalado na Unesc reúne representantes de setores das mais diversas expertises, que vão desde a apresentação dos dados e soluções científicas para cada situação, até a preparação de interlocutores que farão a capacitação de alunos, professores e colaboradores a partir dos protocolos criados e até os responsáveis pela sinalização dos ambientes e adequações físicas dos espaços.

Entre as ações do Comitê estará a entrega de kits com equipamentos para proteção individual, a utilização da tecnologia do Ozônio para a higienização de todos os espaços, incluindo os espaços internos dos ônibus que chegam na Universidade, a demarcação de espaços físicos para distanciamento, entre inúmeras outras. O investimento em tais medidas e equipamentos de proteção de alunos, professores e colaboradores ultrapassa R$ 1 milhão.

Conforme a coordenadora dos laboratórios da Unesc e integrante do Comitê, Claudia Peluso Martins, os dias de trabalho têm sido dedicados a análises, estudos e preparações. “Estamos vislumbrando cada um dos possíveis cenários e encontrando as melhores medidas de segurança para estes. Podemos garantir que a Universidade está organizando toda a sua estrutura, adaptando processos e investindo nos materiais necessários com foco em um único objetivo: a segurança de todos e a valorização de vidas de forma individual e coletiva, princípios da biossegurança”, destaca.

Com a data definida para o retorno gradual das atividades no campus, de acordo com Claudia, a equipe já inicia o trabalho com protocolos e materiais à postos. “Temos equipes preparadas para fazer a capacitação de acadêmicos, colaboradores e docentes assim que chegarem na Instituição. Eles serão orientados sobre as ações do protocolo, pensado com base no amor próprio e ao próximo. As informações irão abranger os cuidados necessários dentro e fora da Instituição e a importância do pensamento coletivo neste momento”, completa.

Comunidade acadêmica da Unesc recebe equipamentos de proteção individual

Como medida de prevenção a disseminação do coronavírus, a Unesc irá distribuir 50 mil máscaras para acadêmicos, 5.600 para professores, 5.600 máscaras para funcionários; 60 mil aventais para estudantes e mais de 505.000 litros de álcool em gel para a comunidade interna.

Os alunos da 9ª, 10ª e 11ª fases do curso de Medicina que realizam estágio no Hospital São José, de Criciúma e Hospital São Donato, de Içara e Unidades Básicas de Saúde destes dois municípios, por exemplo, recebem os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) específicos para o desenvolvimento de atividades na área da saúde em cada local. O curso fornece máscaras N95 e face shield, aventais e óculos de proteção

Outros investimentos

Logo no começo da pandemia, a Universidade providenciou a instalação de mil dispensers de álcool 70 pelo campus. Com o retorno de alguns colaboradores às atividades do campus, a Instituição reforçou os cuidados e a disseminação de informações. Todos os funcionários recebem máscaras de pano e álcool em gel para o uso individual e orientações de uso e de como se proteger da Covid-19. A ação envolve diretamente o Departamento de Desenvolvimento Humano (DDH) e o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt).

Segundo a gerente administrativa do campus, Mira Dagostim, com o retorno gradativo das aulas práticas e estágios presenciais, todos os acadêmicos que estiverem na situação de retorno presencial à Universidade, receberão EPIs conforme as atividades desenvolvidas e todos receberão, no mínimo, máscaras e álcool em gel.

“Além de receber os EPIs, os nossos estudantes irão participar de capacitação com a equipe do Sesmt. Nela, os alunos serão informados do uso correto de cada item de segurança nos espaços da Unesc, em salas de aula, laboratórios”, afirma Mira. Professores e funcionários também receberão orientações do Sesmt. “A Unesc está tomando todo o cuidado e avaliando muito bem cada detalhe e cada passo”, complementa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.