Solucionar problemas da indústria é um dos focos de Engenharia Mecânica

Curso estimula processo de aprendizagem com desenvolvimento de projetos na prática

- PUBLICIDADE -

Identificar problemas e pensar em soluções concretas, trazendo respostas para dificuldades que o setor industrial enfrenta. A proposta do curso de Engenharia Mecânica do Centro Universitário UniSATC é ampliar a formação de seus acadêmicos, fazendo com que a aprendizagem ocorra na prática.

“Os trabalhos de conclusão de curso são sempre um processo amplo, que inicia com a identificação de um problema real, fazendo com que o nosso aluno desenvolva ensaios práticos, erre e acerte, aprendendo com o todo”, pondera o coordenador de Engenharia Mecânica da UniSATC, Luiz Carlos Cavaler.

- PUBLICIDADE -

Contando com 14 laboratórios onde as atividades práticas são estimuladas, os acadêmicos podem experimentar e fazer inúmeras testagens. Um desses locais de formação é o Laboratório de Conformação Mecânica e Processamento de Polímeros (Lacomp). Ali é possível trabalhar o desenvolvimento de produtos e a construção de ferramental, algo indispensável para o setor industrial.

“Aqui eles aprendem a pensar o produto, fazer toda a pesquisa que envolve o tema, aplicam isso no processo e criam. Tem que fazer a ferramenta específica”, explica o professor Alexandre Milanez, coordenador do Lacomp. Muitos dos projetos desenvolvidos ali, sob a supervisão dele e de outros professores, foram demandas que vieram da indústria. Um deles foi a criação de um elo de corrente para o minerador contínuo, equipamento utilizado pelas carboníferas na extração do carvão mineral. “Um aluno nosso, que trabalhava na empresa, percebeu o problema e criou a peça forjada. Esse foi o seu TCC. Hoje, a peça é fabricada na oficina da empresa”, relembra Milanez.

Aprender com erros e acertos 

Cursando a 6ª fase de Engenharia Mecânica, o acadêmico Douglas Alves, 22 anos, é um dos bolsistas do curso. “Está sendo muito gratificante, pois a bolsa foca muito no estudo, permitindo que aprenda a fazer toda a parte de cálculos, modelagem 3D, fabricação e a validação através da instrumentação”, ressalta.

Ele atua num projeto sob a supervisão dos professores Fabio Peruchi e Luiz Carlos Cavaler. “A área da Engenharia é muito ampla, mas com os experimentos é possível aprender muito, errando, acertando. A melhor parte é sempre quando dá certo, mas aprendemos muito com os erros”, argumenta.

Interessados em cursar Engenharia Mecânica na UniSATC podem se inscrever no programa Mérito Seu. Além dele, são mais nove cursos nas áreas de Engenharias, Negócios e Comunicação. Quem tiver interesse em conhecer melhor a estrutura física, laboratórios e conversar sobre a grade de cada curso, pode agendar uma visita. Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone (48) 3431-7693 ou no e-mail: atendimento@satc.edu.br.

 
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.