Programa de Ações em Economia Solidária da Unesc cria catálogo online

Objetivo é possibilitar que os feirantes continuem comercializando os produtos no período de distanciamento social

- PUBLICIDADE -

Um catálogo virtual com nomes e contatos dos agricultores familiares e artesãos da Feira da Economia Solidária da Unesc foi lançado recentemente pelo Programa de Ações em Economia Solidária da Universidade (Paes). A ideia é dar oportunidade para que os consumidores que estavam acostumados a comprar alimentos, peças do vestuário e artesanatos às quartas-feiras no campus, possam ter acesso aos produtores durante o período de distanciamento social. Uma maneira de colaborar para que os 15 feirantes possam continuar comercializando seus produtos e com isso, não sintam um impacto ainda maior em sua renda.

O coordenador do Paes, Dimas de Oliveira Estevam, comenta que a Feira de Economia Solidária da Unesc tem a participação de produtores e artesãos de Criciúma, Forquilhinha, Nova Veneza, Balneário Rincão, Siderópolis, Cocal do Sul e Treviso e que em função da quarentena, muitos deles perderam um dos principais pontos de venda dos produtos. “No campus, além dos professores, dos funcionários e dos alunos, a Feira recebe também a comunidade dos arredores da Instituição. Com o catálogo, queremos facilitar o acesso dos consumidores aos produtos e incentivar a continuidade do consumo de produtos locais. No catálogo, o cliente encontrará as informações para poder entrar em contato, fazer as encomendas e combinar o recebimento da mercadoria. As entregas serão combinadas entre produtor e cliente, mas uma opção é ir buscar em alguma das feiras que estão ocorrendo nos municípios”, afirma o professor da Unesc.

- PUBLICIDADE -

E o consumidor poderá ficar tranquilo, porque o Paes também pensou nos cuidados necessários em tempos da pandemia de Covid-19 e elaborou para os feirantes um manual de boas práticas de higiene e manipulação de alimentos neste período. O documento traz ainda informações sobre como entregar os produtos e a distância necessária entre as bancas de exposição, entre os produtores e artesãos e entre o público.

Segundo Dimas, levar informações e orientar os participantes da Feira de Economia Solidária da Unesc é uma ação constante do Paes. A Feira tem quase 10 anos de existência na Universidade e os produtores e artesãos participam de reuniões mensais com os professores e acadêmicos bolsistas do Paes. O programa envolve os cursos de Nutrição, Psicologia, Letras e Ciências Contábeis, que auxiliam os feirantes em aspectos como a construção da tabela nutricional dos alimentos comercializados e a definição dos preços e cálculo de custos e despesas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.