PM notifica 20 estabelecimentos na região de Criciúma

Policiais realizaram o trabalho na área que abrange o 9º Batalhão da Polícia Militar, nessa quinta-feira, dia 19

Lucas Colombo / TN
- PUBLICIDADE -

Érik Borges

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A Polícia Militar, através do 9º Batalhão, que abrange os municípios de Criciúma, Forquilhinha, Nova Veneza, Siderópolis e Treviso, notificou 20 estabelecimentos que estavam descumprindo os decretos 509 e 515, nessa quinta-feira, dia 19. As ações da polícia foram direcionadas especialmente ao cumprimento das normativas e, consequentemente da prevenção ao Covid-19 (coronavírus). “Na quarta-feira, dia 18, os policiais militares orientaram e conscientizaram toda a rede comercial e industrial do município. Além disso, atenderam diversas denúncias de empresas que descumpriram o decreto”, conta o Tenente-Coronel da PM, Cristian Dimitri Andrade. Ao todo, foram realizadas 59 averiguações nessa quinta-feira até o início da noite.

Os Termos de Notificação de Irregularidade Administrativa foram realizados em desfavor de empresas e comércios que descumpriram o decreto. “Caso essa notificação aconteça de forma reiterada, estes estabelecimentos serão interditados pela Polícia Militar”, afirma Andrade. Durante a manhã dessa quinta-feira, dia 19, o comandante do 9º Batalhão esteve em um supermercado do bairro Próspera e informou que a movimentação de clientes nestes locais estava acontecendo de forma normalizada e destacou algumas ações de combate à proliferação do Covid-19. “Como exemplo de boas práticas, a gerência do supermercado colocou faixas de contenção onde o próximo cliente do caixa fica com o seu carrinho a uma distância mais segura, aguardando o atendimento. Além disso, ainda nesse estabelecimento da Próspera, os caixas têm à disposição álcool em gel para que funcionários e clientes possam higienizar as mãos”, destaca Andrade.

Notificações

Na manhã dessa quinta-feira, duas ocorrências foram destacadas pelo Coronel Cosme Manique Barreto, comandante da 6ª Região da Polícia Militar, que abrange os municípios da Amrec e Amesc. “Na parte da manhã ocorreram problemas maiores em uma empresa de Forquilhinha e também em Nova Veneza. Após algumas denúncias, verificamos que um abatedouro em Forquilhinha estava funcionando. Além disso, houve manifestação de sindicalistas querendo fechar uma empresa, mas depois da prisão da liderança, em Nova Veneza, tudo ficou normalizado”, conta Barreto.

Bloqueios nas estradas

O Coronel ressalta que os policiais militares estão prestando todo o apoio necessário aos profissionais de Saúde do Centro de Triagem, localizado no Centro de Criciúma. Além disso, a PM optou por não interferir nos casos em que há bloqueios de estradas realizados em algumas cidades da região, como Morro Grande, Timbé do Sul e Balneário Arroio do Silva. “A PM não vai colaborar com essa ação, porque não podemos impedir que as pessoas circulem nas rodovias federais, então a Polícia Militar não vai apoiar essa ação. Não vamos destacar policias para esse tipo de ação. A gente vai apenas salientar que pode ser que alguém entre com alguma ação judicial e eles vão ter que interromper esses bloqueios”, destaca Barreto. Segundo ele, a PM não vai se colocar à disposição para auxiliar no bloqueio das rodovias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.