Não desisto nem sob tortura, diz Júlia Zanatta

Leia a coluna completa no Jornal Tribuna de Notícias


- PUBLICIDADE -

Desde a última quinta-feira, quando houve convocação da Executiva do PL para reunião hoje com pré-candidatos a vereador, começou a pipocar nos bastidores a possibilidade de a pré-candidata a prefeita de Criciúma pelo partido, Júlia Zanatta ser retirada do cenário. Ontem, ao ser questionada pela coluna sobre o assunto, ela enfatizou que não vai desistir e que se alguém quiser impedí-la terá que vir a Criciúma e falar isso pessoalmente. “Eu não vou retirar minha candidatura nem sob tortura. Essa reunião já havia sido marcada quinta-feira da semana passada para tratar de orientações básicas do processo eleitoral e começou a surgir esse boato. Mas eu não vou desistir. Se alguém quiser vir aqui me tirar e me impedir de ser candidata vai ter que falar. Agora eu renunciar não vou”, resumiu. A informação nos bastidores é que havia decisão de Brasília para a retirada da candidatura. Em Brasília, além do deputado federal Eduardo Bolsonaro, que avalizou  por mais de uma vez a pré-candidatura de Júlia Zanatta, está também o senador Jorginho Mello, presidente estadual do PL e que teria a possibilidade de definir sobre pré-candidaturas.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

- PUBLICIDADE -

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.