Justiça decreta prisão de jovem por burlar isolamento

Estudante de 18 anos ficará em regime domiciliar por conta do risco que ele teria de infectar outros detentos, afirmou o delegado

- PUBLICIDADE -

Um jovem de Torres (RS) teve a prisão domiciliar decretada pela Polícia Civil neste sábado, dia 21, por não respeitar o isolamento após testar positivo para o covi-19. Depois de retornar de uma viagem à Europa, ele saiu para jogar futebol, foi a uma barbearia e chegou até a frequentar uma festa.

“Jovem infectado com coronavírus tem prisão domiciliar decretada. A PCRS instaurou inquérito para apurar denúncia de que um suspeito de infecção, em Torres, descumpriu propositalmente a recomendação de isolamento social a fim de evitar propagação do coronavírus”, disse a nota publicada pela Justiça do Rio Grande do Sul às 23h30 de ontem.

- PUBLICIDADE -

A polêmica fez a população torrense entrar em fúria. A loja do pai do garoto de 18 anos foi alvo de vandalismo, antes de a família ir para Porto Alegre devido ao tratamento da doença.

Segundo o delegado Adriano Koehler, responsável pelo caso, a medida foi tomada porque o estudante colocou a vida de outras pessoas em risco. “Até caberia prisão preventiva, mas por ter essa questão de evitar o contágio, optamos pela domiciliar”, afirmou em entrevista ao G1.

A cidade de Torres tem dois casos de coronavírus confirmados. No estado, a doença já atinge 56 pessoas. Até o momento, nenhuma das vítimas veio a óbito.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.