Içara gera 861 novos empregos formais e obtém melhor desempenho dos últimos nove anos

A principal contribuição para o desempenho de Içara em 2019 ocorreu no setor industrial com 391 novos empregos.

- PUBLICIDADE -

Içara teve 861 novos empregos formais gerados ao longo de 2019. É o melhor resultado dos últimos nove anos do Município. Somado aos dados desde 2017, o número é mais do que o dobro do ano anterior e já ultrapassa em 453 contratações as perdas de 1163 postos de trabalho ocorridas em 2015 e 2016, único período negativo no histórico apresentado pelo Ministério do Trabalho e Emprego a partir de 2002.

A principal contribuição para o desempenho de Içara em 2019 ocorreu no setor industrial com 391 novos empregos. A distribuição teve também 261 novas vagas em prestadores de serviços, 112 na construção civil, 64 no comércio, 18 na atividade rural, 15 em serviços industriais de utilidade pública e quatro na administração pública. Apenas a atividade extrativista mineral encolheu com déficit de quatro postos de trabalho.

- PUBLICIDADE -

“A geração de empregos aponta para um momento de retomada da economia com a elevação do nível de confiança do empresariado. Além da geração de trabalho, também significa novos investimentos para atender a demanda que o mercado está possibilitando. Acreditamos que Içara possui condições de logística, infraestrutura e empreendedores capacitados para sustentar esse movimento de forma gradativa e contínuo”, indica o vice-presidente de indústria, comércio e serviço da Associação Empresarial de Içara, Joel Valentin Seldenreich.

Na Região Carbonífera, as empresas de Içara garantiram a terceira colocação no ranking de geração de postos de trabalho. A cidade ficou atrás somente de Siderópolis com 1278 vagas e Criciúma com 1879. Logo atrás da Capital Catarinense do Mel completam a lista então Forquilhinha (412), Cocal do Sul (250), Urussanga (166), Lauro Müller (122), Morro da Fumaça (88), Balneário Rincão (9), Nova Veneza (-14) e Treviso (-98).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.