Hospitais de Criciúma registram o maior número de mortes em um único dia

Foram cinco óbitos confirmados no município. Alguns pacientes já estão sendo transferidos para leitos de UTI no Oeste de SC

Leitos da Unidade de Terapia Intensiva já estão lotados (Foto: Divulgação)
- PUBLICIDADE -

Érik Borges

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Com cinco óbitos por Covid-19, os hospitais de Criciúma registraram o maior número de mortes em um único dia, ontem. Dentre as vítimas está uma mulher de 60 anos, com comorbidades, que estava internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o dia 9 deste mês. As informações foram divulgadas pela Vigilância Epidemiológica de Criciúma.

Outro caso é de uma paciente residente no município. A vítima é uma mulher de 67 anos, sem comorbidades. Ela morreu logo após dar entrada em unidade hospitalar. Esse foi o 27º óbito em Criciúma.  A 26ª morte foi contabilizada ontem, quando o resultado do teste RT-PCR deu positivo para Covid-19. A vítima morreu em 24 de julho e o resultado saiu ontem: um homem de 69 anos, que não tinha outras doenças.

Uma mulher de 67 anos e um homem de 76 anos também morreram em decorrência da Covid-19. Eles tinham comorbidades e estavam internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Das cinco pessoas que tiveram morte confirmada por Covid-19 em Criciúma, duas são de outras cidades.  Eles são de outros municípios da região.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Criciúma, Cristiane Santos da Rosa, ontem, os leitos da UTI estavam com 100% de ocupação. “Já tem paciente que está sendo transferido para o Oeste do Santa Catarina, por falta de vaga de UTI na região”, revela Cristiane.

Até o momento foram realizadas 16.700 coletas de amostra para análise de Covid-19 em Criciúma, doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), considerando os exames encaminhados ao laboratório de referência (Lacen/SC) e os realizados pela rede privada, incluindo testes rápidos. O município criciumense conta com 2.295 casos confirmados.

O número de pacientes da região que estão hospitalizados em Criciúma chega a 99. Entre suspeitos de Covid-19 e confirmados, 42 pessoas estão em UTIs no município. Destes, 29 são de outras cidades. “Estamos lutando desde o início da pandemia, com todas as forças e com mais de 100 profissionais afastados por conta da doença. O inimigo invisível está em todos os lugares. Estamos todos tristes e nos esforçando ao máximo com todas as ferramentas possíveis”, diz o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande.

Região Carbonífera

Os municípios da Região Carbonífera também voltaram a registrar recorde de casos num único dia, sendo a terceira vez que rompe a marca dos 200. Ontem foram 225 novos casos de Covid-19. Dessa forma, o número de casos confirmados chega a 4,3 mil. Até o momento, 59 pessoas morreram na Região Carbonífera em decorrência da Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram cinco óbitos na Amrec.

Óbitos na região especificados por cidades:

Balneário Rincão: 4

Cocal do Sul: 5

Criciúma: 27

Forquilhinha: 4

Içara: 3

Morro da Fumaça: 3

Nova Veneza: 3

Siderópolis: 2

Urussanga: 9

Total: 60

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.