Editorial: Respeito

- PUBLICIDADE -

Em algum momento, você que está lendo este editorial, ou alguém do seu convívio, já deve ter flagrado algum servidor público fazendo ‘corpo mole’ ou atendendo o cidadão com má vontade. Não são todos que fazem isso. Há muitos servidores públicos honestos e trabalhadores, mas, infelizmente também existem aqueles que se aproveitam de terem estabilidade no emprego para tratar mal o cidadão que busca atendimento.

Penso que o fato de serem concursados para tal emprego acaba comprometendo o desempenho do servidor ao longo do tempo. No meu ponto de vista, os servidores públicos, sejam eles municipais, estaduais ou federais, deveriam ocupar as funções de acordo com suas aptidões e passarem por avaliações constantemente a tal modo que pudesse o agente empregador dispensá-lo se tal omissão ao desempenho de suas atividades diárias fosse comprovada.

- PUBLICIDADE -

Também sou contra a moeda de troca. O preenchimento de postos de trabalho por comprometimento político. Ainda vemos muito disto em todas as esferas. Pessoas que acham que por serem apadrinhadas por políticos podem fazer o querem em suas funções. Esquecem que estão lá para prestação de serviço em prol do povo. Aliás, é o povo quem paga o salário de cada um desses servidores.

Não querendo generalizar, mas penso que os servidores públicos, sejam eles cargos comissionados ou efetivos, precisam se colocar no lugar do outro e se dedicar mais. Acabar com abusos e excessos dentro do poder público e, principalmente, tratar bem a população que busca atendimento diário para diferentes demandas e necessidades.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.