Editorial: O significado da palavra farra

- PUBLICIDADE -

Faz algumas semanas, fui chamado de tendencioso, descontrolado, sem razão, que estava usando o espaço para jogar a população contra os vereadores, por ter usado a palavra farra para caracterizar uma ação que, no meu entendimento, aconteceu em uma Câmara de Vereadores da região. Para quem não sabe, a palavra farra não quer dizer que há roubo de dinheiro. A farra, segundo o dicionário, tem vários significados, que todos devem conhecer, entre eles: alegria, brincadeira, entre outras tantas. As pessoas deveriam ter cuidado e evitar ir para as redes sociais crucificar os outros, falar besteiras e asneiras a respeito. Opinião cada um tem a sua e deve ser respeitada. E não falo por mim, falo por várias pessoas que são apedrejadas por emitirem a sua opinião.

Mas onde quero chegar com isso? Quero dizer que é uma vergonha o que aconteceu na Câmara de Vereadores de Criciúma, onde os vereadores instalaram a CPI do Criciumaprev, e a mesma, além de ter acabado em pizza, custou R$ 58 mil aos cofres públicos. Sim, em pizza, porque acabou em nada. Será que 99% da população sabe que foi pago este valor por uma CPI que não teve resultado algum? É uma vergonha. Pior de tudo é saber que este dinheiro poderia comprar 1,5 mil cestas básicas para alimentar 1,5 mil famílias em vulnerabilidade social da cidade e que o valor foi pago com dinheiro vindo da arrecadação de impostos que todos nós pagamos diariamente, como IPTU, alvarás, ISS.

- PUBLICIDADE -

Os vereadores estão de brincadeira com o povo? Isso é uma farra! Ou não é um absurdo instalar uma CPI, pagar R$ 58 mil e acabar em nada? A população merece uma resposta. Não só a este caso, mas a tantos outros. Vergonha é pouco para o que aconteceu na Câmara de Vereadores de Criciúma. Queimar dinheiro público com algo que não trouxe resultado é o fim da picada. Repito: estão de brincadeira com o povo, que merece mais respeito.

Depois tem gente ainda me intitula de desequilibrado, tendencioso, sem razão. Se já falo algumas verdades sendo desequilibrado, imagina se não fosse?

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.