Delegado confirma crime de latrocínio contra motorista de aplicativo

Vítima tinha 28 anos e era de Criciúma. Ele foi encontrado morto na comunidade de Boa Vista, em Içara

- PUBLICIDADE -

Érik Borges
Criciúma

A morte de Vagner Francisco, de 28 anos, em Içara, está sendo investigada pela Polícia Civil. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rafael Iasco, a carteira da vítima foi roubada. Dessa forma, segundo o delegado, está caracterizado o crime de latrocínio (roubo seguido de morte). “A partir do momento que roubam a carteira dele e cometem o assassinato, está configurado o crime de latrocínio. Pode ser que tenha uma reviravolta. Mas tendo subtraído um bem, não deixa de ser latrocínio”, diz Iasco.

- PUBLICIDADE -

A vítima era de Criciúma e foi localizada pela polícia no bairro Boa Vista, município içarense. Ele saiu para atender um chamado de transporte em Balneário Rincão, na terça-feira, dia 2. Às 9h de ontem, ele foi encontrado já sem vida, baleado com dois disparos, na Rodovia Antônio Pedro Cândido. “Não se tem suspeitos ainda. É um caso bem complicado, porque ele foi encontrado em um local ermo. Não tinha câmeras de monitoramento nas proximidades e, muitas vezes, testemunhas não dão muitas informações. Além disso, é um local com pouca movimentação de pessoas”, conta Iasco.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.