Criciúma: Professores da rede municipal iniciam atividades remotas

No primeiro momento é para os profissionais acostumarem com o uso da plataforma Google Classroom e das novas metodologias de ensino

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Durante esta semana, os 1,6 mil professores da rede municipal de ensino começarão a testar a plataforma Google Classroom, com a publicação de atividades para os alunos. O site Portal Educacional (aluno.criciuma.sc.gov.br/) terá um espaço para os professores tirarem dúvidas sobre o uso da plataforma e a metodologia. As aulas remotas estão marcadas para iniciar na próxima segunda-feira, dia 4.

Conforme a secretária municipal de Educação, Cristiane Uliana Fretta, os coordenadores pedagógicos darão suporte para as dúvidas dos professores. “Os professores seguirão o cronograma desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, que tem o dia e o horário da aula de cada disciplina, as postagens seguem este esquema. Além disso, estamos alinhando com as escolas o encaminhamento dos e-mails cadastrados para o uso da plataforma de cada aluno para os pais ou responsáveis”, ressaltou a secretária.

- PUBLICIDADE -

Em parceria com a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI), todas as 900 turmas da rede municipal já foram cadastradas na plataforma. Os estudantes que não tiverem acesso às ferramentas online, os pais ou responsáveis irão até a escola, quinzenalmente, buscar as atividades. O cronograma e, posteriormente, a divulgação serão feitas pelas unidades.

Capacitações

Na semana passada, os gestores e professores já passaram por formações no uso da plataforma Google Classroom e das metodologias de ensino para atividades não presenciais. As capacitações foram ministradas pelo coordenador pedagógico da Secretaria Municipal de Educação, Angelo Machado Bortolon e a gerente pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Silvana Bento, respectivamente.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.