Criciúma: ONG presta auxílio a portadores de diabetes

Grupo de Amparo aos Diabéticos iniciou os trabalhos neste mês e precisa de doações

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma agora conta com uma ONG totalmente voltada aos interesses de pessoas que sofrem com diabetes. É o Grupo de Amparo aos Diabéticos (GAD), que surgiu com o objetivo de prestar atendimento personalizado e de forma gratuita aos portadores dos tipos I e II da doença.

Legalmente, o GAD foi fundado em novembro de 2019. No entanto, por conta da pandemia do novo coronavírus, que impede a aglomeração de pessoas, a sede localizada no bairro Pio Corrêa ainda não foi oficialmente inaugurada. Por lá, os voluntários já estão trabalhando desde o dia 4 deste mês.

- PUBLICIDADE -

“Nós realizamos os atendimentos necessários, orientações, acompanhamentos, encaminhamentos, entrega de benefícios, entre outros serviços. A triagem é feita pela nossa assistente social, mediante laudo médico, entrevista compreendida, estudo socioeconômico e visita domiciliar”, explica Regina Goulart de Sousa, tesoureira e coordenadora de telemarketing da instituição.

Para oferecer os benefícios à comunidade, a ONG arrecada recursos através de doações, campanhas de telemarketing, parcerias e promoções. “O GAD reverte a seus usuários, benefícios como caixas de leite, cestas de alimentos para controle glicêmico, produtos dietéticos, suplementos alimentares e demais auxílios”, informa Regina.

Atualmente, o GAD está formalizando uma parceria por meio de projeto junto à Unesc, a qual atende atualmente 2 mil pessoas com diabetes, sendo destes, 5% insulinodependentes.

Toda a semana o foco é arrecadar algum produto diferente da cesta básica dietética. Neste momento, a principal necessidade é a compra do leite especial Glucerna, que custa em torno de R$ 105 cada lata.

“Precisamos de ao menos 30 latas, para serem destinadas às famílias que prestamos ajuda. Pedimos doações de R$ 20 ou R$ 30 para conseguirmos fazer as compras. Aos que quiserem ajudar, o mensageiro irá até a casa da pessoa com um recibo contendo todos os dados do Grupo. Para quem quiser nos fazer uma visita, a casa fica aberta das 9h às 17h”, destaca.

“Se você é diabético ou conhece alguém com essa enfermidade e que esteja necessitando de auxílio, venha ou convide esta pessoa a se cadastrar no GAD”, conclui. A ONG fica localizada na rua Presidente Kennedy, 119, bairro Pio Corrêa. O telefone para contato é o (48) 3433-3433. Há ainda o e-mail criciuma@gad.org.br e o site www.gad.org.br.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.