Criciúma: Esucri retoma estágios e atividades práticas presenciais

Instituição reforça cuidados através de orientações das autoridades sanitárias

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

A Esucri elaborou um programa para a retomada dos estágios obrigatórios e atividades práticas presenciais dos cursos técnicos e de graduação. De acordo com o diretor da instituição, professor Everaldo José Tiscoski, a retomada começa em 15 de junho.

Segundo Tiscoski, o retorno acontece de acordo com as orientações das autoridades governamentais e sanitárias, embasada nas definições do Governo de Santa Catarina através do decreto nº 630, de 1º de junho de 2020. “Retornaremos considerando todos os protocolos de segurança e ações que foram implementadas, prezando pela saúde de nossos acadêmicos, professores, colaboradores e suas respectivas famílias, permitindo que a comunidade acadêmica possa agir com responsabilidade individual e coletiva”, ressalta.

- PUBLICIDADE -

Os estudantes que enfrentarem dificuldades em participar das aulas em plataforma online, ou os acadêmicos que estejam atuando em frentes de trabalho no combate à Covid-19, terão atenção especial durante a programação de retorno. “Estamos cientes de nossa responsabilidade em contribuir com a prevenção e evitar a disseminação do vírus. Destacamos o esforço de nossos acadêmicos e professores, e reconhecemos a capacidade de adaptação e superação diante deste desafio”, avalia o diretor da Esucri.

Ainda de acordo com o decreto, as aulas presenciais permanecem suspensas até o dia 6 de julho de 2020, data em que o retorno deve ser reavaliado pelas autoridades. “Aguardaremos considerações dos órgãos públicos oficiais para dar prosseguimento do programa para retorno das atividades presenciais”, confirma Tiscoski.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.