Criciúma: estabelecimentos preparados para a Megaliquidação

Queima de estoque promovida pela CDL do município inicia hoje. Durante a comercialização, o Procon recomenda atenção ao risco de fraudes

- PUBLICIDADE -

Geórgia Gava/Especial
Criciúma, Içara e Araranguá

O período de comercialização de itens e serviços com preços baixos já é tradicional no calendário de ações da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma. A partir de hoje, a Megaliquidação inicia, e neste ano, aproximadamente 400 estabelecimentos e prestadores de serviços estão participando. Além do comércio de rua, os três shoppings centers estão incluídos. Durante a ação, é importante estar atento ao risco de fraudes para acabar não saindo no prejuízo. A queima de estoque encerra no dia 15 de fevereiro.

- PUBLICIDADE -

De acordo com o coordenador do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) em Criciúma, Gustavo Colle, o consumidor tem que estar atento aos preços e se eles estão condizentes com a publicidade dos estabelecimentos. “O cliente deve avaliar a precificação. O primeiro passo é conversar com o gerente, tentar o diálogo para verificar se está errado o preço ou não. Mantendo o valor que o estabelecimento propõe, aí ele deve procurar o Procon para as medidas cabíveis”, ressalta.

Outra dica importante recomendada pelo órgão, não apenas para esta promoção, mas em qualquer outra, é que o consumidor avalie sua capacidade de endividamento. “É ideal que ele veja quanto pode gastar e qual o dinheiro disponível para fazer suas compras. O consumidor já deve sair da sua casa com a lista para compras pronta, para não comprar por impulso, que é um dos maiores motivos para endividamento hoje”, acrescenta Colle.
A liquidação deste ano conta com diversos segmentos e empreendimentos dos mais variados portes. Com a participação dos shoppings, por exemplo, o consumidor terá a disposição marcas com destaque nacional e internacional. “É uma ação que conseguimos juntar todos para realizar a promoção na mesma data. Isso para o consumidor é bom, porque ele sabe que em todas as lojas vai encontrar descontos e é uma forma de também conciliar com os estabelecimentos. Teremos o atrativo dos shoppings com horários estendidos”, afirma a presidente da CDL em Criciúma, Andréa Gazola Salvalággio.

Para este ano, um diferencial beneficiará ainda mais os consumidores. O horário de atendimento dos estabelecimentos comerciais de rua será de segunda a sexta-feira, até as 19h e nos dois sábados até as 17h. Além disso, durante a ação deste ano, a unidade móvel do Procon estará prestando atendimento no centro de Criciúma, auxiliando e tirando dúvidas. Haverá também os containers da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri) para realizar o descarte ideal para lixos eletrônicos.

Municípios da região aderem à campanha

Em Içara, os lojistas se preparam para amanhã, receber os consumidores com descontos que podem chegar até 50%. Este ano, mais de 200 estabelecimentos receberam os materiais informativos para fazer parte da liquidação, que encerra no dia 13, quinta-feira.“Percebemos que este é um ano de otimismo entre os comerciantes. Nossa expectativa é alcançar até 6% de incremento sobre a campanha do ano anterior. O Liquida Içara será apenas a primeira promoção de uma série de ações programadas para tornar o comércio local ainda mais competitivo regionalmente”, anuncia o presidente da CDL, Alexandre Fernandes.

Já no município de Araranguá, o LiquidAru, destinado à queima de estoques, já está a todo vapor. A ação iniciou no dia 1º de fevereiro e encerra no próximo sábado, dia 8. Ao todo, são mais de 150 estabelecimentos que participam da ação, alguns oferecendo descontos de até 50%.

De acordo com o presidente da entidade, Everaldo João, uma campanha diferenciada e inovadora criada pela CDL junto aos comerciantes e consumidores têm refletido em um resultado animador. “Esse ano tivemos a adesão do Center Shopping, que ajustou o calendário para participar. Percebemos neste primeiro momento uma boa movimentação, inclusive, aumentando consideravelmente as consultas do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), fator que caracteriza mais pessoas às compras”, comenta.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.