Criciúma: Amovi completa 20 anos de luta pelo tratamento de câncer

Duas décadas de amor, empatia e humanização

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Em 2020 a Associação Amor à Vida (Amovi) comemora 20 anos desde que iniciou o trabalho com pacientes portadores de câncer na região da Amrec. Já são centenas de vidas que, a partir da criação da entidade e graças às doações de pessoas e empresas, passaram a receber um tratamento mais humanizado.  Em 2020 a Associação Amor à Vida (Amovi) comemora 20 anos desde que iniciou o trabalho com pacientes portadores de câncer na região da Amrec. Já são centenas de vidas que, a partir da criação da entidade e graças às doações de pessoas e empresas, passaram a receber um tratamento mais humanizado.

Fundada por Lúcia Tramontin Pavei no ano 2000, a Amovi inicialmente tinha o objetivo de atender apenas mulheres que passavam pelo tratamento do câncer de mama. Elas se reuniam mensalmente para dar apoio umas às outras no Hospital São José, em Criciúma. Somente em 2010, ampliou o foco de pacientes e passou a acolher não só mulheres mastectomizadas, mas também homens e outros tipos de câncer. A partir desta decisão, a associação fechou parcerias com médicos de diversas especializações, qualificando ainda mais os atendimentos.

- PUBLICIDADE -

A presidente da associação, Vera Lúcia Duarte, conta que é gratificante ser voluntária há 10 anos. “Para trabalhar na Amovi é preciso amar o que se faz, e eu amo o que eu faço. Tenho prazer em sair da minha casa para ir ajudar o próximo. Essa foi a minha promessa quando eu tive câncer em 2003, eu disse que se ficasse viva iria ajudar outras pessoas a partir do momento que estivesse melhor”, relatou.

Atualmente a Amovi proporciona gratuitamente aos associados atendimento psicológico, atendimento nutricional, fisioterapia, assessoria jurídica e atividades envolvendo artesanato. Mantém-se com recursos e doações de alimentos que arrecada por meio de projetos e eventos, como o pedágio solidário, o bazar e o troco da bondade, entre outras atividades. Além disso, desenvolve projetos educativos e palestras na área da prevenção e detecção precoce do câncer. São mais de 90 associados, voluntários e parceiros trabalhando há 20 anos no combate ao câncer.

Vera lamenta o fato de não poder celebrar o aniversário da Amovi, mas garante que, no tempo certo, haverá uma comemoração. “Tínhamos muita coisa bacana programada para os 20 anos da Amovi, mas infelizmente cancelamos tudo devido à pandemia. Acredito que no ano que vem conseguiremos comemorar os 21 anos”, ressaltou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.