Celesc anuncia R$ 37 milhões em recursos para a região Sul

Em todo o estado são R$ 1,2 bilhão em investimentos. Atividades operacionais, ampliações e projetos de expansão e desenvolvimento terão custeio garantido

Daniel Búrigo / Foto Arquivo TN
- PUBLICIDADE -

Novos investimentos irão contribuir com o crescimento das áreas de geração, transmissão e distribuição de energia em todo o estado catarinense. Ontem, a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) anunciou a aplicação de recursos em R$ 1,2 bilhão para este ano. Para o núcleo Sul, envolvendo Criciúma e região, serão R$ 37 milhões destinados para ampliação da capacidade de algumas subestações e projetos como o “Celesc Rural”, que visa substituição de redes monofásicas por redes trifásicas, ampliando a capacidade do sistema para a instalação de novos equipamentos ou motores elétricos.

De acordo com o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, a aplicação dos recursos foi planejada de forma estratégica para atender o crescimento do mercado na área de concessão da Celesc, manter e melhorar os serviços e indicadores da Celesc. “Para isso, cerca de R$ 354 milhões serão destinados à compra de materiais e à contratação de serviços, enquanto R$ 833 milhões do capital serão destinados à construção, ampliação e modernização de subestações no sistema de Alta Tensão e ampliação e melhorias nas redes dos sistemas de Média e Baixa Tensão. Também daremos continuidade ao Programa Celesc Rural, que substitui redes monofásicas por redes trifásicas e instala cabos protegidos, com benefício direto aos produtores catarinenses, responsáveis por cerca de 30% do PIB estadual”, ressalta.

- PUBLICIDADE -

Também serão destinados recursos a projetos com inventivo à inovação. Entre eles estão propostas aprovadas em chamadas públicas, como as de Iluminação Pública Eficiente e as voltadas à área de robótica, além de programas como o Bônus Eficiente, o Energia do Bem, o Banho de Energia e o Sou Legal, Tô Ligado que aborda a ampliação da rede de eletropostos para melhorar a mobilidade elétrica no estado e treinamento e capacitação de profissionais utilizando realidade virtual.

Projetos que terão desenvolvimento na região

Parte dos recursos será destinada à conclusão de quatro novas subestações, ampliação de 17 subestações, sendo uma a construção da Subestação Capivari de Baixo e ampliação da capacidade das subestações Laguna, Içara e de melhorias na Subestação Sombrio. Além disso, a instalação de cerca de 1,5 mil quilômetros de rede do Programa Celesc Rural, que visa a substituição de redes monofásicas por redes trifásicas, ampliando a capacidade do sistema para a instalação de novos equipamentos ou motores elétricos e a instalação de cabos protegidos nas redes próximas a áreas de vegetação, reduzindo o risco de ocorrências causadas por árvores na rede.

Recursos a nível estadual

Serão R$ 140,3 milhões investidos no sistema de alta tensão que envolve construção, ampliação e modernização de subestações e implantação de linhas de distribuição. Aproximadamente R$ 288,5 milhões no sistema de média e baixa tensão, construção de alimentadores e extensão de redes, incluindo R$ 51 milhões destinados ao programa Celesc Rural. O investimento de R$ 152 milhões em máquinas e equipamentos para medição e manutenção do sistema elétrico, além de R$ 80,8 milhões em geração e novos negócios, como obras de ampliação do parque de geração própria, parceria para novos negócios. Expansão comercial de R$ 107,4 milhões através da ligação de novas unidades consumidoras, aquisição de medidores e walk-by para medição à distância. E R$ 64,3 milhões para suporte da operação como frota de veículos, edificações e itens de segurança.

Campanha estimula consumo consciente da energia

O projeto “Fale com a Cris” foi lançado em 2019 e é pioneiro. A ação traz uma eletricista funcionária da empresa como porta-voz. A eletricista Cristiane Layher compartilha dicas sobre uso eficiente de equipamentos elétricos e consumo consciente de energia nos meses mais quentes do ano. A campanha ocorre durante a temporada de verão 2019/2020 e promove o incentivo ao uso responsável da energia elétrica aos consumidores da Celesc.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.