Araranguá: PRF prende dois casais que realizavam furtos em mercados

Mercadoria furtada custa o equivalente a mais de R$ 6.000; Infratores são do Rio Grande do Sul

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Na noite desse sábado, dia 17, por volta de 19h30, policiais rodoviários federais realizavam fiscalização de combate ao crime na BR-101, em Araranguá e abordaram uma VW Spacefox de São Paulo, com dois casais, que transitavam no sentido sul. Dentro do veículo havia uma grande quantidade de mercadorias. Os ocupantes não souberam explicar a origem das mercadorias e não apresentaram qualquer comprovante de compras.

Os policiais constataram que os quatro ocupantes eram do Rio Grande do Sul e todos tinham várias passagens criminais. Por tais motivos os agentes desconfiaram de que fossem produtos de furto e fizeram contato com as polícias civil e militar para saber se havia ocorrido algum furto em supermercados da região. Os policiais tomaram conhecimento que haviam sido realizados furtos em vários estabelecimentos, inclusive um de grandes proporções em um mercado atacadista de Araranguá.

- PUBLICIDADE -

Foi feito contato com o mercado atacadista de Araranguá e, diante das imagens, foi possível comprovar que o furto havia sido praticado pelos dois casais. Além disso, 70% das mercadorias foram reconhecidas como sendo do mercado por meio do leitor de barras. Os assaltantes furtaram de um mercado 635 frascos de desodorante, equivalente a mais de R$ 6.000. As mulheres entravam nos mercados, colocavam produtos nas mochilas e saíam, deixando as mercadorias no carro, trocando de roupa e retornando para buscar mais mercadorias.

Os assaltantes realizavam furtos em vários mercados, acumulavam as mercadorias e quando tinham um volume para encher o carro, se deslocavam para o Rio Grande do Sul, onde uma das mulheres tinha um mercado e revendia as mercadorias furtadas.

Desta forma, os policias conduziram os quatro ocupantes do veículo para a delegacia da Polícia Civil de Araranguá. Eles vão responder por furto em vários estabelecimentos comerciais.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.