Amrec e Amesc têm 80 candidatos na disputa pelas prefeituras

Na Região Carbonífera são 39 buscando o Poder Executivo. Já no Extremo Sul, são 41 postulantes

Foto: Arquivo/TN
- PUBLICIDADE -

O domingo será decisivo para 80 candidatos da Região Carbonífera e do Extremo Sul. Eles irão disputar a prefeitura de 27 municípios do Sul para os próximos quatro anos.

Na Região Carbonífera (Amrec), 39 chapas concorrem às 12 prefeituras da região. O município com o maior número de postulantes) é Criciúma, com sete candidatos na disputa. Na sequência está Forquilhinha, com cinco, e Siderópolis, com quatro.

- PUBLICIDADE -

Cocal do Sul, Içara, Lauro Müller, Orleans e Urussanga, têm três candidatos cada à prefeitura. E Balneário Rincão, Morro da Fumaça, Nova Veneza e Treviso, têm apenas dois na disputa.

Dos 12 municípios da Amrec, em oito deles os prefeitos buscam reeleição. Casos de Balneário Rincão, Criciúma, Lauro Müller, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Orleans, Treviso e Urussanga.

Em Cocal do Sul, Içara e Siderópolis, os atuais prefeitos se despedem do cargo, já que já cumpriram dois mandatos. Já em Forquilhinha, Dimas Kammer desistiu da candidatura.

Amesc

Já na região do Extremo Sul, são 41 candidaturas à prefeitura. No total, são 15 municípios.
Duas cidades possuem cinco candidatos cada: Araranguá e Balneário Gaivota. Em outras cinco, a disputa será entre três candidatos. Casos de Balneário Arroio do Silva, Meleiro, Passo de Torres, Sombrio e Turvo.

Na maioria dos municípios, a disputa é entre dois candidatos: Ermo, Jacinto Machado, Maracajá, Praia Grande, Santa Rosa do Sul, São João do Sul e Timbé do Sul.

E em uma das cidades, a eleição já está definida. Em Morro Grande, como a chapa formada por Kéio e Tatin é a única no pleito, eles precisam de apenas um voto.

Dos 15 municípios da Amesc, em apenas cinco deles, o prefeito buscará a reeleição. Casos de Jacinto Machado, Meleiro, Passo de Torres, São João do Sul e Timbé do Sul.

Em Balneário Gaivota, Ermo, Morro Grande, Santa Rosa do Sul e Sombrio, os prefeitos já cumpriram dois mandatos. E em Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Maracajá, Praia Grande e Turvo, os atuais chefes do Executivo poderiam buscar a reeleição, mas não entraram na disputa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.