Vacina nas Urnas

A coluna completa você confere na edição do Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

Há flagrante exploração pelos políticos da Pandemia dos Assintomáticos. Prefeitos recém empossados entraram em cena para encorpar as pretensões dos líderes dos partidos políticos, afinal, a corrida já começou para deputados, senadores, governadores e presidente da República. Lá fora, analisando caso a caso dos Governos que autorizaram suas Agências para uso emergencial dos imunizantes, nota-se também o viés político da vacinação em massa. A União Europeia caminha junto com  Angela Merkel e Macron no comando progressista. Boris Johnson reafirma a autonomia liberal Britânica pós-Brexit.  Donald Trump cria ato final ensaiando um ‘see you soon’.  Xin Jinping a tudo e a todos compra, sabe que na Terra  as ‘mercadorias’ abundam custando migalhas e tostões. E no meio desse “House of Cards” global, nós! (aqueles que sofrem e convivem com as sequelas dos remédios amargos). Em tempo, o imunizante emergencial da Pfizer, no primeiro dia de vacinação, apresentou efeitos que os testes clínicos (Fase 3) não acusaram. No Brasil, a Fase 3 ainda não foi concluída por nenhuma vacina, a Anvisa necessitará de um certo tempo para analisar os dados de eficácia e segurança, o Congresso diz que 72h tá bom !
 

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.