Saúde & Economia

A coluna completa você confere na edição do Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico e Inovação da Unesc, da uma pista importante sobre o massacre que certos setores econômicos andam sofrendo de alguns Agentes Públicos. A Ciência Econômica explica tudo! Segunda dados atuais fornecidos pela Secretaria de Estado da Fazenda, os 20 principais setores econômicos da Região Carbonífera não foram afetados nem pela pandemia, nem pelas portarias e decretos dos políticos. Em Santa Catarina, a produção fabril, industrial, primária, abate de animais, comercio atacadista/varejista, extração mineral, confecção de vestuário, estão liberadas para operarem com 100% da capacidade, não havendo nenhuma restrição ou flexibilização. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, Tribunal de Justiça e  Ministério Público, nenhum destes setores oferecem perigos na transmissão do coronavírus, tampouco de levá-lo ao seio familiar no retorno ao lar. Para a ‘Ciência’ dos servidores públicos, o perigo para a Saúde Pública está nos bem menos relevantes ao Tesouro Estadual e Municipal: Hotéis, Bares, Restaurantes  e Similares , Eventos, Agência e Operadoras de Turismo.
Os salários e privilégios da turma do #ficaemcasa estão garantidos.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.