Pós eleições

A coluna completa você confere na edição do Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

Ao reelegerem o “Meu Malvado Preferido”, eleitores de várias cidades importantes de Santa Catarina (Itajaí, Florianópolis, Lages, Tubarão, Criciúma) demonstram que as sequelas psicológicas (aleatórias) do isolamento social e da quarentena, decorrentes da pandemia de coronavírus, acabam desenvolvendo a “Síndrome de Estocolmo”, onde a vítima tenta se identificar com seu malfeitor ou quer conquistar a simpatia de seu algoz. Secretários da Saúde tornam a falar em aumento de contágio, rever flexibilizações, hospitais cheios, de cuidar de todos… Agora não poderão reclamar mais, nem empresários, nem empregados, nem prestadores de serviços. No segundo mandato, geralmente os prefeitos não costumam se preocupar tanto em tomar medidas impopulares em nome do ‘bem de todos’. Agora estão com cheque em branco para continuarem seus planos de salvar pessoas físicas. Mas é bom se lembrarem de que em 2021 necessitarão de cada centavo do contribuinte para pagar suas contas, é bom eles já irem se mexendo para tentar salvar a vida das pessoas jurídicas que já estão respirando por aparelhos há muito tempo.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.