Os detalhes

Leia a coluna completa no Jornal Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

No período de 2012 a 2017, a taxa de desemprego subiu de 8,4% para 13,7%. E a taxa de mortalidade aumentou 8%, de 143/100.000 habitantes para 154/100.000. Metade dessa alta está relacionada à recessão. Os autores do estudo, publicaram na Lancet Global Health, a comparação dos dados de mais de 5 mil cidades brasileiras. Atingimos já 14%, o auxílio salarial para as empresas e autônomos acabará em 75 dias e a inflação está se aproximando dos 20% a.a..

Desemprego e inflação crescentes são a matéria-prima para muita turbulência social e política. Outro detalhe: o Governo do Estado decretou a prorrogação do Estado de Calamidade Pública até dezembro. Esse verão promete muita emoção, portanto, que os catarinenses entendam o importância do voto em 15 de novembro. Mais importante do que captar novos investidores, as prefeituras deverão tentar recuperar aqueles que foram seriamente afetados, como o setor de eventos, entretenimento e cultural.

- PUBLICIDADE -

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.