A pandemia acabou

A coluna completa você confere na edição do Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

“A Covid-19 já está em toda parte, como todos os outros vírus.
Todos seremos em algum momento contaminados, mas com toda a certeza sem a gravidade coletiva anterior. Sabemos das várias manifestações e das possíveis complicações, estas sempre mais afetas à pacientes com múltiplas comorbidades.
Algumas pessoas saudáveis sofreram com a doença e evoluíram a óbito, mas isso já ocorria antes em doenças como a Dengue, H1N1 e tuberculose, entre outras, que matou 1,4 milhão de pessoas e infectou 10 milhões em 2019 (WHO). A mortalidade da Covid está em 1,2 milhão, e não se fala em tuberculose… Falar em aumento do número de casos é redundância. Isso é normal e esperado e temos como controlar.
Mas não temos mais ocupação de leitos comuns ou UTI como inicialmente.
Muito se fala em segunda onda desse vírus, novos lockdown. Não há segunda onda. O vírus veio para ficar e já está fazendo parte do nosso ambiente. Ele vai evoluir e mutar, como os vírus da gripe comum, e para os quais todo ano fazemos novas vacinas. Mas isso não significa reinfecção ou segunda onda. A pandemia acabou, restou mais um vírus a combatermos, e assim o faremos. Esse combate continuará sempre. O Brasil espera que cada um cumpra o seu dever.”.
( Contra-Almirante (Md) Luiz Claudio Barbedo Fróes, diretor de Saúde da Marinha.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.