Programa SC Resiliente será apresentado aos prefeitos da região

Iniciativa do Governo do Estado e da Defesa Civil tem como objetivo financiar projetos de prevenção a desastres naturais

- PUBLICIDADE -

Criciúma

Nas últimas décadas, Santa Catarina tem sofrido com consecutivos desastres naturais, que acabaram tornando a Defesa Civil do Estado em referência nacional na gestão de riscos. E para estimular a mobilização dos municípios nesta área, o Governo do Estado lançou o Programa SC Resiliente, que irá garantir uma linha de financiamento às cidades em ações de prevenção e mitigação aos casos.

- PUBLICIDADE -

Lançado durante o Congresso de Prefeitos da Fecam, o SC Resiliente começa a sair do papel. O coordenador regional da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, apresentou o programa ao Colegiado de Defesa Civil da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), que por sua vez, levarão as informações aos prefeitos.

“É um programa que já vem dentro da estratégia internacional da ONU [Organização das Nações Unidas], de redução de riscos e desastres, e do programa chamado ‘Cidades Resilientes’, que pouquíssimos municípios aderiram”, explica Silveira.

A partir do fim de outubro, os municípios interessados poderão se inscrever no programas e apresentar projetos. R$ 175 milhões serão colocados à disposição dos municípios catarinenses, contando com o filtro da Defesa Civil estadual.

“O município faz, o termo de compromisso, entra no programa, tem uma série de questões que tem que cumprir. Tem obras estruturantes, obras não estruturantes, de saneamento, medidas de educação. Uma série de atividades, um questionário que vai ter que cumprir e mostrar que esta fazendo. Ele vai se classificar dentro do programa e ter o direito de buscar financiamento, que não tem limite. Tem projeto que é R$ 1 milhão. E tem município com projeto de R$ 100 milhões. Isso depene motivo do projeto e objetivo do projeto, o fim dele”, explica o coordenador regional da Defesa Civil.

Os recursos serão disponibilizados pelo Banco Mundial e pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

“Esse é um grande projeto, já que o brasileiro não tem a cultura de trabalhar em prevenção. Os nossos municípios precisam estar atentos a isso. Esse dinheiro fará com que a gente consiga desenvolver projetos relevantes para Santa Catarina. Caberá à Defesa Civil avaliar a adequação desses projetos. Com certeza será um uso consciente do recurso público”, avaliou o governador Carlos Moisés (PSL).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.