Julio Colombo propõe nova CI do Criciumaprev

Vereador acredita que é necessário pesquisar o instituto iniciando pelo período em que ele foi criado, em 2001

Crédito: Lucas Colombo
- PUBLICIDADE -

As possíveis irregularidades e os sucessivos parcelamentos das dívidas da Prefeitura de Criciúma com o Instituto de Seguridade Social dos Servidores Municipais (Criciumaprev) é alvo de uma Comissão de Investigação (CI) da Câmara de Vereadores desde abril. A votação do relatório final dessa CI está agendada para segunda-feira. Ontem, porém, surgiu a possibilidade de instauração de uma nova comissão investigativa do Legislativo sobre o mesmo assunto.

Sorteado para obter vistas do relatório escrito e lido por Ademir Honorato (MDB) na segunda-feira, o vereador Julio Colombo (PSB) precisa entregar o documento hoje à tarde, com possibilidade de apresentar emendas ou um relatório substitutivo. Ele comenta, no entanto, que sentiu a necessidade de um histórico mais detalhado sobre o instituto, iniciando pelo período em que ele foi implantado, em 2001, no governo de Décio Góes.

- PUBLICIDADE -

“Essa é uma ideia que surgiu porque quando eu comecei a pensar em fazer um relatório substitutivo, eu não tinha base sobre como se chegou a esse ponto. A gente só sabe que chegou a esse ponto, que fez um parcelamento, outro parcelamento, mas não sabe como chegou a isso. Temos que investigar o passado, é isso que a gente quer, desmistificar e trabalhar para o bem do Criciumaprev”, comenta Julio Colombo.

Para que uma nova CI seja instaurada é necessária a concordância de seis vereadores. “Eu conversei com aproximadamente 10 vereadores e amanhã (hoje) eu vou intensificar mais essa conversa, ver se a gente consegue o número de assinaturas suficientes”, relata. “A princípio eles apoiaram a ideia, são solidários, eles acham que temos que fazer o serviço completo, já que estamos trabalhando com a CPI que aí está”, declara.

Votação mantida na segunda-feira 

De acordo com o regimento, uma Comissão de Investigação tem começo e fim e, por esse motivo, a investigação que está em curso não deve ser interrompida se uma nova CI for aberta. A princípio, está mantida para segunda-feira a votação do relatório, que pode ser o de Ademir Honorato ou pode ser um substitutivo apresentado por Colombo hoje.

Ainda ontem, ao analisar a possibilidade de abertura de uma nova investigação, Colombo afirmou que o futuro da CI em andamento será discutido na segunda-feira. “E se os pares concordarem, se for instalada uma nova CPI, isso não vai prejudicar o trabalho que já foi feito, muito pelo contrário, isso vai solidificar ainda mais o interesse de preservação do Criciumaprev”, observa o vereador.

Entre as conclusões de Ademir no relatório estão a responsabilidade do prefeito Clésio Salvaro (PSDB) de não ter pago as contribuições previdenciárias mesmo com recursos no caixa do Município e a responsabilidade do presidente do Criciumaprev, Darci Antônio Filho, de não ter informado aos órgãos de controle sobre os atrasos nos pagamentos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.