Convênios entre Estado e municípios irão viabilizar pavimentação na Jacob Westrup

Governador deve anunciar liberação dos recursos durante visita a Forquilhinha, no próximo dia 14

- PUBLICIDADE -

Forquilhinha/Maracajá

Após liberar R$ 8 milhões para a instalação do Centro de Inovação de Criciúma e, mais recentemente, R$ 22,5 milhões para a revitalização da Rodovia Jorge Lacerda, o governador Carlos Moisés (PSL) voltará ao Sul do Estado para anunciar mais uma obra aguardada pela região. No próximo dia 14, ele estará em Forquilhinha, onde deve garantir os recursos para a pavimentação da Rodovia Jacob Westrup, que liga o município a Maracajá e a BR-101.

- PUBLICIDADE -

De sonho, a pavimentação se tornou um plano no início do ano, quando Moisés assumiu como governador. Os prefeitos de Forquilhinha, Dimas Kammer (PP), de Maracajá, Arlindo Rocha (PSDB), e de Nova Veneza, Rogério Frigo (PSDB), juntos com o deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), apresentaram o projeto e uma alternativa para que ele saísse do papel: a parceria entre Estado e municípios.

O modelo foi definido em uma reunião na quarta-feira com o secretário-adjunto de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira. Dos 8 quilômetros que faltam ser pavimentados, o governo estadual deve desembolsar R$ 8 milhões. O restante, fica a cargo dos municípios. “Estávamos aguardando a notícia para o inicio do ano que vem, mas o governador já está se antecipando. E é um convênio que será realizado com os municípios. O modelo já está definido. Estamos dispostos a ceder o material para aterro e para a base, que é argila e o seixo rolado, a pedra do rio. E o Estado entraria com o restante dos materiais através de um convênio, onde cada um dos municípios licitaria a sua parte e faria a obra. esse é o encaminhamento que está sendo dado e que o governador vai anunciar no dia 14”, adianta o prefeito de Maracajá.

“Os municípios vão licitar e o Estado vai passar os R$ 8 milhões para Forquilhinha e Maracajá. São 5,8 quilômetros em Forquilhinha e 2,2 quilômetros em Maracajá, e o valor vai ser dividido proporcionalmente”, completa Dimas Kammer.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.