Conselheiros tutelares serão escolhidos neste domingo

Votação é facultativa e será realizada em todos os municípios brasileiros

- PUBLICIDADE -

Thiago Oliveira

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O domingo é dia de votação. Neste fim de semana, todas as cidades do Brasil irão às urnas para escolher os novos conselheiros tutelares, que serão responsáveis por zelar pela proteção de crianças e adolescentes.

O voto é facultativo. Mas para quem quiser participar do pleito, precisa apresentar o título de eleitor e um documento com foto.

Para ter direito a votar, basta o cidadão estar com sua situação regularizada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), como em qualquer outra eleição, no prazo de 90 dias antes do pleito. Ou seja, todas as pessoas que, no dia 8 de julho deste ano estavam aptas a votar, podem comparecer às urnas no seu município.

Em Santa Catarina, os 295 municípios do Estado escolherão cerca de 1,5 mil conselheiros. “O voto é facultativo, mas a ampla participação popular é importante para garantir uma maior legitimidade de atuação aos profissionais”, considera o procurador-Geral de Justiça, Fernando da Silva Comin.

Maior município da região, Criciúma também oferece o maior número de vagas. São dez (cinco para cada um dos dois conselhos tutelares da cidade), que serão disputadas por 22 candidatos.

A votação ocorrerá das 8h às 17h, no Ginásio Municipal Irmão Walmir Antônio Orsi. “Apesar da não obrigatoriedade, é muito importante que as pessoas participem e irem até o ginásio votar, pois estaremos trabalhando diretamente para o atendimento da criança e do adolescente da nossa cidade”, salienta o vice-presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), Alfredo Anselmo Gomes. “São 26 urnas, vai mobilizar bastante gente para trabalhar. Estamos com bastante divulgação na rua para essa eleição. Queremos dobrar a votação de quatro anos atrás”, completa Guilherme Carminatti, que faz parte da organização do pleito.

O maior número de candidatos, porém, está em Içara. São 26 concorrentes às cinco vagas oferecidas. “A ampla participação popular é muito importante para que nós possamos garantir uma maior legitimidade da atuação desses profissionais, pois é o Conselheiro Tutelar que escuta, orienta e encaminha a aos órgãos os casos que os direitos das crianças e dos adolescentes são violados ou ameaçados”, destaca a presidente da Comissão Especial da Eleição em Içara, Deise Macedo. No município, a votação será realizada na escola Salete Scotti dos Santos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.