Após audiência pública, inicia paliativo na Jorge Lacerda

Governo do Estado começou a recuperar pontos mais críticos do pavimento e do acostamento na rodovia

- PUBLICIDADE -

Um mês após a realização da audiência pública que lotou o Salão Paroquial do Bairro Verdinho, em Criciúma, a Coordenadoria Regional de Infraestrutura do Governo do Estado iniciou os trabalhos paliativos de recuperação da Rodovia Jorge Lacerda. O início de agosto era o prazo indicado para o início das obras, que envolvem reparos nos pontos mais críticos da via.

“Nós fizemos um levantamento orçamentário e, de acordo com os nossos recursos, vamos recuperar basicamente 50% da rodovia, nos pontos mais críticos. Primeiro nós marcamos com spray branco esses pontos e agora estamos recortando os trechos, mas ainda não retiramos a camada, ela apenas está com os recortes”, explica Gustavo Taufembach, coordenador regional de Infraestrutura.

- PUBLICIDADE -

“Vamos recuperar aproximadamente 1,2 mil metros quadrados de pavimento, que não são contínuos, são os trechos mais críticos. Depois de recortar, vamos retirar a camada e colocar uma nova massa asfáltica”, acrescenta.

Além do pavimento, também está em andamento a recuperação do acostamento na rodovia. “O trabalho no pavimento é de uma empresa terceirizada, do contrato que temos, já o acostamento está sendo recuperado pela própria equipe da coordenadoria, que está fazendo o patrolamento, o corte de vegetação, o nivelamento para depois colocar o pavimento”, afirma Taufembach.

A Jorge Lacerda é a principal ligação de Criciúma com a BR-101 para quem acessa a cidade no sentido Sul-Norte da rodovia federal. Por conta de suas más condições, a estrada registra acidentes e resulta em pneus furados, sendo alvo de inúmeras manifestações das comunidades vizinhas, que temem pela segurança de motoristas e pedestres.

Na audiência do início de julho, além de pedir o paliativo, também foi decidido pelo envio de um ofício ao governador Carlos Moisés da Silva (PSL) solicitando que a revitalização completa da rodovia seja incluída no orçamento do Estado para 2020.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.