Região alcança marca de 640 mil habitantes

Estimativa do IBGE projeta crescimento populacional em todas as cidades da Amrec e em nove municípios da Amesc, que totalizam 6,5 mil pessoas a mais em 2019

Foto: Lucas Colombo/Arquivo/TN

- PUBLICIDADE -

A tendência de crescimento da região foi notada no aumento populacional, que saltou de 634 mil para 640 mil habitantes. É isso o que aponta a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicada nessa quarta-feira, 28, que apresenta as projeções para este ano. Conforme o levantamento do órgão nacional, entre 2018 e 2019, a Região Carbonífera e o Extremo Sul catarinense ganharam 6,5 mil novos moradores, o que corresponde a uma elevação de pouco mais de 1%.

Das duas microrregiões do Sul, a Carbonífera foi a que apresentou maior expansão populacional, com quase 4,5 mil habitantes a mais, em relação a 2018. Conforme os dados do IBGE, o salto foi de 433 mil para 438 mil pessoas.

- PUBLICIDADE -

Ganhos em uns, perdas em outros

Apesar de tanto a Região Carbonífera quanto o Extremo Sul apresentarem crescimento, há diferenças entre elas. Enquanto a primeira registrou aumento populacional em todos os 12 municípios, a segunda teve retração em seis das 15 cidades. A maior diminuição apontada foi em Jacinto Machado, que perdeu 41 habitantes entre 2018 e 2019. Porém, também figuram nessa lista Ermo, Meleiro, Morro Grande, Praia Grande e Timbé do Sul, que somam 34 pessoas a menos.

Já os maiores crescimentos ocorreram em Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Sombrio, Balneário Gaivota e Passo de Torres. Sozinhos, eles respondem a 93% dos 2 mil habitantes a mais. No total, entre um ano e outro, o Extremo Sul passou de 200 mil para 202 mil pessoas.

Confira a reportagem completa, com dados de cada município da região, no jornal Tribuna de Notícias desta quinta-feira, 29. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.