Parceria possibilita criação de pracinha comunitária

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Suelen Bongiolo

Morro da Fumaça

- PUBLICIDADE -

Com criatividade e parceria, um local onde antes havia apenas vegetação abandonada tem se transformado em um ponto de lazer e aprendizado. É assim que está a chamada “pracinha” do Distrito de Estação Cocal, em Morro da Fumaça. Há aproximadamente três meses, o espaço público foi adotado por uma empresa do município e pela escola da comunidade, transformando a paisagem e a utilização desse ambiente.

Brinquedos criados a partir de pedaços de madeiras, plantio de flores e plantas medicinais e instalação de blocos de concreto e decorações têm ajudado a deixar o local mais atrativo às crianças e aos adultos. “Isso é muito legal. Como não é só para nós, mas para toda a comunidade, as pessoas vêm bastante aqui. Então é um lugar para o lazer e para a cultura”, explica Maiquele dos Santos Inácio, de dez anos, aluna do quarto ano da Escola Municipal Biazio Maragno, uma das envolvidas na transformação da pracinha.

Para criarem esse novo espaço, os estudantes do quarto ano contaram com a ajuda dos pais e familiares. Dessa forma, toda a comunidade escolar se envolveu no projeto, auxiliando desde a elaboração dos brinquedos até a manutenção do local. “Foi usado madeira para a construção das gangorras e os balanços foram feitos de pneus reutilizados. A gente tem uma bombona para captar a água da chuva, para ser usada para molhar as plantinhas e, assim, não desperdiçamos água. E a gente também fez placas para as pessoas não jogarem lixo aqui, e sim nas lixeiras que têm ali do lado”, contam os alunos Tawany Vargas dos Santos e Matheus Maragno, também com dez anos de idade, empolgados em participar dessa ação.

 

Entusiasmo

Detalhando cada conquista com carinho e animação, as crianças não escondem a alegria de fazer parte do projeto, que agrega aos conteúdos aprendidos em sala de aula. “A gente está fazendo algumas reformas ainda. Falta terminar a cesta de basquete. Então ainda não está totalmente pronto, estamos terminando aos pouquinhos. Quando estiver pronto, a gente vai fazer algumas ações, como uma inauguração”, ressaltam as alunas Maiquele e Tawany.  

Nova destinação à antiga horta

A história envolvendo essa área pública do distrito iniciou no ano passado, mas em um contexto totalmente diferente. “Em 2018, a Prefeitura vinha com um projeto de hortas comunitárias, para ocupar alguns espaços onde o pessoal depositava resíduos e que não possuíam um uso propriamente dito. Então alguns canteiros foram instalados nesse local, para virar uma horta comunitária”, expõe o diretor superintendente da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Morro da Fumaça (Fumaf), Natan de Souza.

Porém, como não havia responsáveis pelo local, a horta não teve continuidade. Foi a partir da criação do projeto “Adote uma Praça”, instituído em julho de 2019 pela Prefeitura, que o rumo desse ambiente mudou. Como a iniciativa incentivava as empresas a ajudarem a cuidar de espaços públicos ou a doarem equipamentos de uso coletivo a eles, surgiu um interessado pela antiga horta. “Quando o Zanon, proprietário da Celucon, propôs ficar responsável por esse lugar, ficamos até surpresos com a decisão”, destaca o diretor da Fumaf.

*A reportagem completa você confere no Tribuna de Notícias desta segunda-feira, dia 4.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Morro da Fumaça

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.