Obra na Avenida Procópio Lima aguarda licitação

Segunda etapa das intervenções depende da abertura do certame, que ocorre nos próximos dias, englobando construção de muro de contenção e de pavimentação de trecho abaixo do viaduto

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Içara

Dificultada pelos dias chuvosos e pelas barreiras burocráticas, as obras de revitalização na área central de Içara ganham encaminhamentos neste mês. Na próxima semana ocorre a abertura do processo licitatório para a segunda etapa das intervenções na Avenida Procópio Lima, uma das vias mais movimentadas da cidade. Enquanto a empresa responsável não é definida, os trabalhos no local seguem paralisados.

- PUBLICIDADE -

De acordo com o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Urbano de Içara, Arnaldo Lodetti Júnior, a próxima etapa contempla as intervenções complementares. “Devido o andamento das obras e as chuvas que ocorreram, houve a queda de um muro que dava sustentação ao aterro do viaduto da SC-445. Então foi preciso fazer o projeto, para depois licitá-lo. Agora estamos só esperando esse processo”, expõe o secretário.

Segundo o secretário, ainda falta refazer a calçada e o trecho entre as ruas Amaro Maurício Cardoso e João Valvassori, passando por baixo do viaduto da SC-445, com a substituição da capa asfáltica. Nesse trajeto, também será construído um trevo alemão, para que os motoristas que seguem no sentido Jardim Elizabete/Centro tenham facilidade para acessar a rodovia estadual.

Detalhes são apresentados na Câmara

Na noite dessa terça-feira, 5, Lodetti participou da sessão ordinária da Câmara de Vereadores, onde expôs detalhes técnicos dos trabalhos de drenagem e de recuperação da Avenida Procópio Lima. A intervenção na via iniciou após os transtornos provocados pela enxurrada de maio.

Confira a reportagem completa na edição desta quarta-feira, 6, do jornal Tribuna de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Içara

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.