Mutirão e pedágio solidário ocorrem em prol da Casa do Hip Hop

Espaço localizado no bairro Progresso, em Criciúma, receberá ações na manhã deste sábado, 28. Nessa semana, um incêndio atingiu parte da estrutura

Foto: Divulgação/Casa do Hip Hop de Criciúma

- PUBLICIDADE -

Criciúma

É por meio da união de forças que o Instituto Hip Hop Criciumense (IHHC) e a Associação Dança Criciúma (ASDC) buscam reerguer e concluir a Casa do Hip Hop, no bairro Progresso. Após ter parte da estrutura atingida por um incêndio na última terça-feira, 24, a edificação receberá um mutirão de limpeza e reconstrução neste sábado, 28, a partir das 8h. Na ocasião, um pedágio solidário será realizado ao lado do imóvel, na Rua Silvino Rovaris, com o intuito de arrecadar recursos para a aquisição de materiais de construção para a finalização da obra.

- PUBLICIDADE -

O trabalho é realizado por voluntários, que buscam transformar a antiga residência em um espaço voltado ao hip hop e à causa social. “Tudo isso só nos deu mais força para continuar. O pessoal tem nos dado apoio, acabam doando e se compadecendo com a situação. Ainda vamos inaugurar a casa em dezembro, na festa de Natal”, destaca o diretor da iniciativa, Frank dos Passos.

Susto e prejuízos

Foto: Divulgação/Casa do Hip Hop de Criciúma

O incêndio que atingiu a Casa do Hip Hop danificou uma parede e destruiu os itens que estavam no local. “Foram perdidas todas as nossas doações, tudo aquilo que ganhamos durante esses meses, acabou pegando fogo em tudo. Tinha cimento, tintas, azulejos, betoneira, que eram para o acabamento da casa. Foi um total, mais ou menos, de R$ 5 mil em prejuízo”, detalha o diretor.

Conforme as informações de Passos, a possibilidade maior é que as chamas tenham sido provocadas por um curto-circuito.

Confira a reportagem completa na edição deste fim de semana do jornal Tribuna de Notícias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.