Morro da Fumaça: Precariedade da Genésio Mazon gera transtornos

Trecho próximo ao distrito de Estação Cocal é o mais deteriorado. Em um dos buracos, moradores tomam providências para evitar acidentes

Foto: Lucas Colombo/DN
- PUBLICIDADE -

Morro da Fumaça

Uma rodovia com asfalto deteriorado, bastante esburacada e em estado ainda mais precário após a chuva das últimas semanas. A descrição se encaixa em diversas estradas da região, mas em algumas a situação consegue ser mais caótica. É o caso da Genésio Mazon (SC-445), especialmente no trecho que liga o distrito de Estação Cocal ao Centro de Morro da Fumaça. Ao longo do percurso, há diversos pontos onde os motoristas precisam redobrar a atenção para evitar acidentes ou prejuízos com os desníveis e buracos da pista.

- PUBLICIDADE -

Um dos trechos mais precários está na altura do bairro Vila Rica, um pouco antes de chegar ao distrito fumacense. Logo após a lombada, uma cratera ocupa mais da metade da pista e força os condutores a invadirem a contramão para evitá-la. “Antes tinha buraco, mas não tanto. Faz uns 15 dias que está assim. Choveu e piorou ainda mais. É uma vergonha”, comenta o morador Edno dos Santos.

Foto: Lucas Colombo/DN

Quem mora às margens da rodovia e convive diariamente com essa situação, decide tomar providências para amenizar o problema. Santos, por exemplo, sinalizou a cratera com uma estaca e um pedaço de pano vermelho. No entanto, caminhões acabaram arrancando a marcação. Já Gilmar da Rosa, mais conhecido como Gi, resolveu ele mesmo tampar o buraco. “Já fiz isso umas quatro ou cinco vezes. Da outra vez, comprei dois metros de brita e coloquei ali. Os responsáveis pela rodovia só vêm, olham e não fazem nada”, comenta, indignado.

Confira a reportagem completa na edição desta terça-feira, 5, do Diário de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Suelen Bongiolo
Em: Morro da Fumaça

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.