Maracajá recebe recursos da Justiça Federal para projetos

Administração municipal, Apae e Polícia Militar Ambiental de Maracajá, juntas, foram contempladas com mais de R$ 75 mil em recursos financeiros pela 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Criciúma

- PUBLICIDADE -

Maracajá

Administração municipal, Apae e Polícia Militar Ambiental de Maracajá, juntas, foram contempladas com mais de R$ 75 mil em recursos financeiros pela 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Criciúma e vão desenvolver projetos voltados ao interesse coletivo e ambiental do município e região. A solenidade de assinatura de convênios ocorreu na tarde de quarta-feira (13), no Fórum da Justiça Federal  em Criciúma, coordenada pelo juiz federal Germano Alberton Junior.

- PUBLICIDADE -

Os recursos estavam previstos no Edital de Destinação de Valores-2019 provenientes de condenações criminais e das suspensões condicionais do processo em virtude do pagamento de multas por condenações em processos cíveis e ambientais. A administração municipal de Maracajá se candidatou com três projetos e todos foram contemplados, informou o prefeito Arlindo Rocha, que representou o município na solenidade de assinatura dos convênios, acompanhado da bióloga Gisele Dal Pont.

Um dos projetos, que não está no valor total de R$ 75 mil, beneficia o Centro de Triagem de Resíduos Sólidos Acendino José Capela, o Parque Ecológico Maracajá, que receberá uma balança elétrica com capacidade de 300 quilos, com visor remoto, em aço inox, um carrinho tipo aeroporto, uma mesa para triagem 3 x 1,20m com tampo de aço inox, uma empilhadeira hidráulica manual, uma enfardadeira e equipamento de proteção individual (EPI´s).

Com a justiça federal destinando R$ 9 mil ao município, a Secretaria de Meio Ambiente e Turismo vai implantar o projeto “Promovendo Educação Ambiental no Parque Ecológico Maracajá”. Como valor será possível instalar 120 placas com informação, orientação e sensibilização ambiental dos visitantes do parque e capacitação dos funcionários.

O terceiro projeto apresentado foi o denominado “Aprendendo e ensinando com as tecnologias de informação e comunicação”, destinado aos alunos e professores da rede municipal de ensino. Para atingir os objetivos é necessária aquisição de notebooks e projetores multimídia (data show) para as escolas municipais, o que será possível com R$ 18,9 mil, que serão doados pela Justiça Federal ao município. Os valores serão repassados ainda este mês.

A  Apae de Maracajá para aquisição de um sistema fotovoltaico para geração de energia elétrica foi contemplada com R$ 19,4 mil e mais R$ 7,6 mil para aquisição de equipamentos para uso de profissionais de fonoaudiologia e fisioterapia, entre outros, no atendimento diário aos seus 45 alunos. A entidade foi representada pelo presidente Dilnei de Pelegrini, que enalteceu a ação da justiça federal da região.

Já o 2º Pelotão da 3ª Companhia de 1º Batalhão de Policia Militar Ambiental, com sede em  Maracajá, poderá fazer a aquisição de equipamentos para embarcações da unidade no valor de R$ 10,1 mil e equipamentos de informática no valor de  R$  10 mil, em uma contribuição total da justiça federal de R$ 20,2 mil.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Redação DN Sul
Em: Maracajá

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.