Greve dos trabalhadores do Samu é cancelada na região

Com garantia de pagamento para o dia 13, funcionários cancelam paralisação prevista para esta quinta-feira, 12

Foto: Arquivo/TN

- PUBLICIDADE -

Criciúma

Com a garantia de pagamento do décimo terceiro salário na próxima sexta-feira, 13, sinalizada em nota emitida pela OZZ Saúde aos funcionários, por hora, a greve dos trabalhadores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da região de Criciúma e Araranguá está adiada.

- PUBLICIDADE -

Conforme o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Criciúma e região (Sindisaúde), Cleber Ricardo da Silva Cândido, a categoria decidiu aguardar o repasse do 13º salário até a data prevista pela empresa. “Caso não seja cumprido o pagamento, o sindicato irá chamar uma nova assembleia para avaliação e definição das ações junto com os funcionários”, afirma Cleber.

Entenda o caso

Os mais de 180 trabalhadores do Samu estão sem pagamento do décimo terceiro salário, das férias e sem reajuste salarial há mais de três anos. A empresa gestora OZZ Saúde também não está cumprindo a Convenção Coletiva da categoria.

Em nota emitida pela Organização Social ao sindicato, a OZZ alega não estar recebendo o repasse da Secretaria do Estado da Saúde (SES) há pelo menos um ano, acumulando uma dívida de R$ 20 milhões.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.