Forquilhinha: Prefeitura decreta luto oficial pela morte de Apolinário Tiscoski

Tiscoski foi o primeiro intendente da cidade, ainda na década de 50

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Forquilhinha

A Prefeitura de Forquilhinha decretou luto oficial de três dias pela morte do forquilhinhense Apolinário Tiscoski. O comunicado emitido pelo Município neste sábado, 2, ressalta o legado de Tiscoski na história política local, já que ele foi o primeiro intendente da cidade, ainda na década de 50. Entre os feitos deixados por ele está a criação da Praça dos Imigrantes Alemães e a estruturação da Avenida 25 de Julho.

- PUBLICIDADE -

Tiscoski morreu na noite dessa sexta-feira, 1º, aos 92 anos.

 

Confira a nota oficial emitida pelo município:

A Administração Municipal de Forquilhinha lamenta a morte do senhor Apolinário Tiscoski. Ele que viveu intensamente a vida política do município, sendo o primeiro intendente da cidade, ainda na década de 50. Homem de muita garra e dedicado ao trabalho, nos presenteou em sua passagem por Forquilhinha quando colaborou para a urbanização, criando a Praça dos Imigrantes Alemães, e na estruturação da Avenida 25 de Julho. Em homenagem a esse cidadão do bem, a Administração decreta luto oficial por três dias, acompanhado das bandeiras a meio-mastro, e deixa toda a sua solidariedade aos familiares enlutados.

Apolinário Tiscoski conhecido como Poli, era filho de Luiz Tiscoski e Cecília Back Tiscoki, nasceu em 10 de abril de 1926, em Sanga do Café, Forquilhinha, na época pertencente a Criciúma. Funcionário público federal, foi gerente regional dos Correios por 20 anos, construindo as sedes próprias de Criciúma, Araranguá, Turvo, Meleiro e Jaguaruna. Também atuou como comerciante por 10 anos em Forquilhinha.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Forquilhinha

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.