Em período de estiagem, atenção se volta aos rios da região

Meses de inverno são conhecidos por apresentarem chuva pouco significativa na região. Entidades ligadas, principalmente, à agricultura monitoram as perspectivas com preocupação

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

O período mais frio do ano também costuma ser caracterizado por apresentar chuvas menos intensas e estiagem na região. Em 2019, esse panorama não é diferente. Desde junho, a precipitação média acumulada no Litoral Sul de Santa Catarina foi de 163,2 milímetros, conforme dados do Centro de Informações de Recursos Ambientais e Hidrometeorologia (Ciram), da Epagri. Esse total representa uma redução de 48,4% em relação à média histórica para o período, que é de 316,3 milímetros.

Com a diminuição das chuvas durante o inverno, as atenções se voltam ao nível dos rios e à agricultura. Segundo o presidente da Associação de Drenagem e Irrigação Santo Izidoro (Adisi), Sérgio Marini, por enquanto, a estiagem não gera prejuízos aos rizicultores. “Ainda não existem perdas, porque está no período do plantio. E, com o frio, o certo também é retardar um pouco o processo do plantio. A preocupação é que a previsão para as próximas duas a três semanas é de não ter chuva. Aí vai se agravando a situação”, explana Marini.

- PUBLICIDADE -

Assim, por enquanto, os órgãos competentes e agricultores têm se concentrado em acompanhar as projeções climáticas para os próximos meses. “Temos que ver se será confirmada, para meados de setembro, uma chuva significativa para a região. Há a probabilidade de a situação normalizar. Então vamos aguardar para ver o que vai acontecer. Mas a preocupação existe, sim”, reforça o presidente da Adisi.

 

Confira a reportagem completa na edição desta sexta-feira, 23, do jornal Tribuna de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.